Terça, 02 de junho de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 10/10/2019

Casa de Apoio à moradores de Terra Santa está abandonada em Santarém

Vereadora Synthia Anequino denunciou que o prédio está com a energia cortada e péssima estrutura; Semsa divulgou nota

Casa de Apoio à moradores de Terra Santa está abandonada em Santarém Orla de Terra Santa (Foto: Reprodução/Youtube)

DEAMAZÔNIA TERRA SANTA, PA - A Casa de Apoio, que abriga pacientes do município de Terra Santa e que é mantida pela Prefeitura Municipal, em Santarém, oeste do Pará, está em estado de total abandono e com a energia cortada. A denúncia é de moradores que publicaram fotos nas redes sociais cobrando providências do prefeito de Terra Santa, Doca Albuquerque (PSD).

 

O salário dos servidores da Casa também estariam atrasados, segundo denúncias.

 

A Casa de Apoio está localizada no bairro de Aparecida, e abriga pessoas que buscam tratamento de saúde em Santarém.

 

A vereadora Synthia Anequino (MDB), membro da Comissão de Saúde, também fez uma publicação em sua página do Facebook, nesta terça-feira (8/10), pedindo providências da Prefeitura, e afirmou que crianças estão abrigadas na Casa e precisando de atendimento médico. 

Segundo a vereadora, o prédio está com estrutura precária, péssimas condições de atendimento e às escuras por conta da falta de pagamento do fornecimento de energia.

 

A página da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa/Terra Santa) rebateu as afirmações da vereadora e negou que tenham crianças na Casa de Apoio, no momento e assegurou que a conta de energia está paga.

 

“Em respeito ao povo, nossos queridos pacientes, que utilizam a Casa de Apoio, que são muitos que passam por lá, vimos esclarecer que a conta de luz está paga, o salário da funcionária também está pago, não tem nenhuma criança na casa, hoje tem 6 (seis) pacientes adultos e todos estão sendo atendidos.”

 

VEJA NOTA DA SEMSA EM RESPOSTA À VEREADORA

"Em respeito ao povo, nossos queridos pacientes, que utilizam a Casa de Apoio, que são muitos que passam por lá, vimos esclarecer que a conta de luz está paga, o salário da funcionária também está pago, não tem nenhuma criança na casa, hoje tem 6 (seis) pacientes adultos e todos estão sendo atendidos.


Queremos também informar ao povo que a vereadora Synthya é membro da Comissão de Saúde, tem por obrigação saber informar oficialmente o que acontece, portanto, estamos no aguardo da vereadora aqui na Secretaria de Saúde, os documentos pagos estão disponíveis, assim ela pode esclarecer essa publicação com os fatos verdadeiros."

Sobe Catracas

MARIA OLIVEIRA, prefeita de Ipixuna (AM)

Desde o inicío da pandemia, adotou 'hotel de quarentena' e barreiras sanitárias, e município segue sem casos confirmados de Covid-19

Desce Catracas

BETO NICOLAU, presidente da Samel

Após gesto de grandeza por tratar artistas em seu hospital Samel, apequenou-se em cobranças pessoais em Parintins