DeAmazônia

MENU
Atualizado em 03/10/2019

José Guedes, de Tapauá, pode ser o próximo prefeito preso pela Justiça

Prefeito Zezito é acusado de chefiar uma quadrilha que saqueou de R$ 60 milhões; processo aguarda julgamento no TJ/AM

José Guedes, de Tapauá, pode ser o próximo prefeito preso pela Justiça Prefeito de Tapauá, José Bezerra Guedes, o Zezito (MDB)

DEAMAZÔNIA TAPAUÁ, AM - Após a prisão do prefeito de Coari, Adail Filho  (PP), e da cassação do prefeito de Presidente Figueiredo, Romeiro Mendonça (PDT), todos os focos agora estão para o prefeito de Tapauá ( a 45O quilômetros de Manaus), José Bezerra Guedes, o Zezito (MDB). Ele é acusado de chefiar uma quadrilha que saqueou dos cofres do município mais de R$ 60 milhões. 

 

O processo de Zezito Guedes está aguardando julgamento no Tribunal de Justiça do Amazonas. O prefeito de Tapauá ficou famoso nacionalmente ao ter sua prisão exposta em todos os grandes veículos de comunicação do país.

 

Foi durante a operação “Tapauara”, realizada pela Polícia Federal em novembro de 2017, e que prendeu o prefeito e mais 10 vereadores da Câmara de Tapauá e secretários municipais. Na ocasião, apenas o denunciante do esquema de corrupção, o vereador David Menezes, permaneceu livre.

 

José Guedes e os 10 vereadores de Tapauá passaram apenas cinco meses afastados dos cargos, durante investigação do Ministério Público que descobriu indícios de fraudes em licitações no município. O esquema seria comandado pelo prefeito e pelo empresário Walter Oliveira Maia - um dos principais financiadores da campanha do prefeito.

 

De acordo com a denúncia do MPE, após a eleição de José Guedes, Walter Maia passou a ganhar as principais licitações para obras na cidade. A partir de então, 10 dos 11 vereadores teriam passado a receber "mensalinho" para não fiscalizar as assinaturas de contratos entre as empresas de Maia e a Prefeitura.

Sobe Catracas

VANESSA ALFAIA, cantora amazonense

Ganhou prêmio de Intérprete Revelação, no Festival de Toada de Parintins 2019, com canção 'Tupinambarana'

Desce Catracas

RONALDO TABOSA, vereador de Manaus

Parlamentar foi cassado pelo TRE/AM, por infidelidade partidária a pedido do PP