DeAmazônia

MENU
Atualizado em 03/10/2019

'Manaus terá UBSs móveis', anuncia Arthur na abertura do Outubro Rosa

Na capital amazonense, o Outubro Rosa também chama atenção para a prevenção do câncer do colo uterino

'Manaus terá UBSs móveis', anuncia Arthur na abertura do Outubro Rosa Prefeitura de Manaus lançou o 'Outubro Rosa' na na sede da Subsecretaria Municipal de Políticas Afirmativas das Mulheres. Foto: divulgação

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O prefeito Arthur Virgílio Neto anunciou que já está em andamento o processo licitatório para aquisição de quatro Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Móveis. O anúncio aconteceu nesta quarta-feira, 2/10, na abertura da programação de ações alusivas ao Outubro Rosa, na sede da Subsecretaria Municipal de Políticas Afirmativas das Mulheres, localizada na rua Araxá, conjunto Duque de Caxias, Flores, zona Centro-Sul.

 

Acompanhado da presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama, Elisabeth Valeiko Ribeiro, o prefeito destacou que a campanha reforça o alerta às mulheres sobre o câncer de mama e ao maior compartilhamento das informações sobre a doença, que é o principal tipo de câncer a afetar as mulheres no mundo. Na capital amazonense, o Outubro Rosa também chama atenção para a prevenção do câncer do colo uterino, por ser o que mais atinge as mulheres amazonenses.

 

“Venho endossar completamente essa luta, pois sabemos que é uma coisa muito chocante ver as mulheres morrendo de câncer. Mais do que neste mês, temos todos os dias do ano para lutarmos pela saúde das mulheres e também dos homens com sentimento de dever. Por isso, estamos lançando, e a licitação já está em andamento, para quatro UBSs móveis novas, para ir aos bairros onde a necessidade for maior. Todas estarão completamente à disposição das mulheres manauaras”, disse o prefeito.

 

A secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania, Conceição Sampaio, enfatizou que o mês de outubro é o momento de todos se envolverem, levarem informação às mulheres sobre a importância dos exames preventivos aos cânceres tanto de mama, como o de colo do útero.

 

“Nós temos esse trabalho de forma permanente na prefeitura em uma parceria entre a subsecretaria da Mulher e a Secretaria Municipal de Saúde, a nossa Semsa. Agora é o momento de sensibilizarmos o maior número possível de pessoas para conseguirmos erradicar essas doenças em nosso Estado”, informou Conceição.

 

Atendimento

Ao longo do mês, as UBSs intensificarão as ações referentes à temática, com abordagem de todos os sujeitos a quem as atividades se destinam: meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos, com a vacina contra o HPV; mulheres de 25 a 64 anos, com exames preventivos; e mulheres de 50 a 69, com exames de mamografia; além da população em geral com atividades educativas.

 

“Serão várias atividades voltadas à prevenção permanente, além de oferecer os exames de colo de útero e preventivo de câncer de mama, como fazemos durante todos os dias do ano. E também a vacina contra o HPV aos nossos adolescentes”, explicou o secretário de Saúde, Marcelo Magaldi.

 

As ações do Outubro Rosa 2019 serão coordenadas pelo Fundo Manaus Solidária, presidido pela primeira-dama do município, Elisabeth Valeiko Ribeiro, e terão a participação das secretarias municipais de Saúde (Semsa), da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Limpeza Urbana (Semulsp), Educação (Semed), Comunicação (Semcom), Infraestrutura (Seminf), de Parcerias e Projetos Estratégicos (Semppe) e Casa Militar, além da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU).

 

Campanha

Anualmente é celebrado no mês de outubro o movimento denominado Outubro Rosa, que teve início nos Estados Unidos, na década de 90. No Brasil, a partir de 2002, passou a ser realizado, inclusive dando ênfase também ao câncer de colo do útero, que atualmente é a primeira incidência de câncer nas regiões Norte e Nordeste do país.

 

No Amazonas, o câncer de colo do útero está à frente do câncer de mama em incidência, sendo causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papilomavírus Humano, o HPV (chamados oncogênicos). A infecção genital por esse vírus é muito frequente e, na maioria das vezes, não causa doença. Em alguns casos, ocorrem alterações celulares que poderão evoluir para o câncer. Essas alterações das células são descobertas no exame Papanicolau (conhecido também como preventivo) e são curáveis na quase totalidade dos casos.

Sobe Catracas

VANESSA ALFAIA, cantora amazonense

Ganhou prêmio de Intérprete Revelação, no Festival de Toada de Parintins 2019, com canção 'Tupinambarana'

Desce Catracas

RONALDO TABOSA, vereador de Manaus

Parlamentar foi cassado pelo TRE/AM, por infidelidade partidária a pedido do PP