DeAmazônia

MENU
Atualizado em 03/10/2019

Para se livrar de penhora, Anderson diz a Justiça que está 'pobre' e sem patrimônio

'Prefeito Ostentação' anda em Rio Preto, em frota de carros de luxo e tem sido visto, toda semana, em condomínio da orla da Ponta Nera em Manaus

Para se livrar de penhora, Anderson diz a Justiça que está 'pobre' e sem patrimônio Anderson Sousa, prefeito de Rio Preto da Eva (Reprodução/Facebook)

DEAMAZÔNIA RIO PRETO DA EVA, AM - O prefeito de Rio Preto da Eva (distante 89 quilômetros de Manaus), Anderson Sousa (PROS), esquivou-se de cumprir uma ordem da Justiça Especializada da Dívida Ativa do Estado para penhorar algum bem de sua propriedade a fim de pagar as custas processuais, do processo 4197/2008, no qual houve a aplicação de multa contra o chefe do Executivo no Tribunal de Contas do Estado (TCE). 

 

A Justiça, a pedido da Procuradoria Geral do Estado, cobrou o débito de R$ 7,5 mil do prefeito.

 

Em resposta à Justiça, Anderson Sousa informa que não possui nenhum bem que possa apresentar para garantir a dívida; que reside numa casa arrendada no ramal do Baixo Rio, em Rio Preto, como inquilino; que não possui carro, moto e nem bicicleta.

 

Anderson comunicou a Justiça também que é solteiro, quando na verdade é público e notório que o prefeito tem uma vida de união estável com a primeira dama de Rio Preto, Soraya Almeida.

 

O prefeito informou ainda que recebe um salário de R$ 11 mil e que desse valor paga pensão de R$ 4 mil, restando-lhe valor de R$ 7 mil, com o qual tenta sobreviver.

 

Mas, na prática o 'pobretão' prefeito de Rio Preto da Eva, continua mantendo o status de ‘prefeito Ostentação’. Anderson desfila em uma frota de carros novos de luxo tipo Pajero na cor marrom, S10 cor branca, três Rangers nas cores verde, preto e azul.

 

O prefeito Anderson Sousa que disse ao juiz ter uma vida muito simples, com o que lhe resta do seus parcos salários, toda semana frequenta um certo condomínio de luxo, na orla da Ponta Negra, e é visto só saindo de lá no dia seguinte. 

 

O prefeito e a primeira dama Soraya, que gostam de ambientes requintados, também tem sido vistos, com frequência, no recém inaugurado Café com Leite, na orla da Ponta Negra. 

  

Neste processo, o oficial de Justiça informa, no final do ano de 2017, ao Juízo da Dívida Ativa que o prefeito foi citado, mas que houve a impossibilidade de penhorar os bens do réu, devido a falta de patrimônio dele.

VEJA DOCUMENTO ASSINADO PELO OFICIAL DE JUSTIÇA

 

WhatsApp Image 2019-10-02 at 19.38.16 

Sobe Catracas

VANESSA ALFAIA, cantora amazonense

Ganhou prêmio de Intérprete Revelação, no Festival de Toada de Parintins 2019, com canção 'Tupinambarana'

Desce Catracas

RONALDO TABOSA, vereador de Manaus

Parlamentar foi cassado pelo TRE/AM, por infidelidade partidária a pedido do PP