DeAmazônia

MENU
Atualizado em 12/09/2019

Passado e futuro se encontram em obras de restauro do Centro Histórico de Manaus

Prédios históricos como a antiga Câmara Municipal, são restaurados com modernas instalações culturais e fazem parte das homenagens aos 350 anos de Manaus

Passado e futuro se encontram em obras de restauro do Centro Histórico de Manaus Obras de restauração de prédios históricos do centro de Manaus recebem toque de modernidade.

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Como parte do pacote de obras e ações programadas em homenagem aos 350 anos de Manaus, a Prefeitura de Manaus retomou a revitalização do centro histórico, que antes dependia de verbas do governo federal e agora é executada com recursos do tesouro municipal. Importantes prédios históricos, como a antiga Câmara Municipal, são restaurados, promovendo o encontro do passado com o futuro, uma vez que muitos deles receberão modernas instalações culturais.

 

Segundo o prefeito Arthur Virgílio Neto, essas ações só se tornaram possíveis graças à organização financeira do município, que nos últimos anos se tornou referência no sistema previdenciário e equilíbrio fiscal.

 

“Nesses dois últimos anos de mandato, sobretudo neste ano em que Manaus completa 350 anos, sinto-me muito orgulhoso em poder realizar todos esses investimentos, que até o final de 2020 somarão R$ 2 bilhões. Tudo isso é fruto do trabalho sério e comprometido para tornar a cidade mais madura e resiliente”, disse o prefeito.

 

Desocupado há sete anos, o prédio da sede da antiga Câmara Municipal recebe obras de reforma, restauro e adaptação, que devem ser concluídas ainda este ano. Serviços de demolição, retirada de revestimentos e escavações estão sendo realizados, nesta fase dos trabalhos, para retomar as características mais originais do imóvel. Essa também é uma demanda dos vereadores que chegaram a ocupar o espaço.

 

Centro de Arqueologia

A empresa Biapó Construtora foi a vencedora da licitação para o restauro e adaptação do prédio para o futuro Centro de Arqueologia Municipal, na modalidade concorrência pública, menor preço, número 002/2019. O prazo para execução é de 13 meses.

 

A licitante será responsável pela obra de restauro e adaptação do imóvel, observados os projetos de engenharia, normas técnicas vigentes e as fornecidas no edital e seus anexos.

 

“Estamos promovendo o restauro arquitetônico de importantes prédios históricos, antes fechados e que passarão a ser dotados de estruturas com modernas instalações culturais, valorizando o passado e promovendo o encontro com o futuro”, destacou o diretor-presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), engenheiro Claudio Guenka.

 

A proposta de criar um Centro de Arqueologia, localizado junto ao sítio arqueológico de Manaus, vai desempenhar importante papel na Amazônia ao estabelecer uma referência enquanto instituição de guarda conforme estabelece a Portaria n° 196, de 18 de maio de 2016, para que seja capaz de acolher os acervos que surgem por todo o território do município nos inúmeros sítios arqueológicos que a cada intervenção vêm surgindo.

 

O prédio funcionará como reserva técnica e terá um museu para exposição dos achados arqueológicos provenientes das obras da Prefeitura de Manaus no centro histórico.

 

Dentro do programa “Manaus Histórica”, também são executadas as obras de restauro do Pavilhão Universal e da Biblioteca Pública Municipal João Bosco Pantoja Evangelista, todas com coordenação do Implurb.

Sobe Catracas

ANDERSON SOUSA, prefeito de Rio Preto da Eva

Tribunal Regional Federal, 1ª Região, anulou sentença que condenava ele à cassação por suposto desvio de recursos federais

Desce Catracas

HENDERSON PINTO, ex-presidente da Câmara de Santarém (PA)

Pagou mais de R$ 100 mil para empresa envolvida na Perfuga, por aluguel de carros, e é acusado de fraude em licitação de veículos