DeAmazônia

MENU
Atualizado em 10/09/2019

Eleição para novo presidente do TCE-AM será dia 15 de outubro

Conselheiros irão escolher novos presidente, vice-presidente, corregedor e coordenador-geral da Escola de Contas Públicas

Eleição para novo presidente do TCE-AM será dia 15 de outubro Fachada do Tribunal de Contas do Amazonas (Foto: Divulgação/TCE)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A eleição para escolha dos novos dirigentes do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), para o biênio 2020-2021, acontecerá no dia 15 de outubro. A data da sessão extraordinária foi definida, na manhã desta terça-feira (10/9), pelo colegiado do Tribunal Pleno. A eleição acontecerá minutos antes da 35ª sessão ordinária, prevista para as 10h.

 

Serão eleitos pelos conselheiros os novos presidente, vice-presidente, corregedor e ouvidor e coordenador-geral da Escola de Contas Públicas. Na oportunidade serão definidos, também, os presidentes da Primeira e Segunda Câmara, colegiados que apreciam, em sua maioria, processos relativos às aposentadorias e convênios.

 

A eleição estava agendada para o dia 20 de outubro, em obediência ao artigo 99, parágrafo 5, da Lei complementar nº 193 de 27/12/ 2018, que definiu a terceira sessão do mês de outubro com a data para a eleição, mas foi antecipada, por solicitação da conselheira-presidente Yara Lins dos Santos em virtude da exposição sobre lixo que o TCE levará a cidade de Parintins do dia 22 a 25 de outubro deste ano. 

 

A antecipação da eleição foi aprovada por unanimidade pelos conselheiros Julio Cabral, Julio Pinheiro, Érico Desterro, Josué Filho e Ari Moutinho Júnior, que seguiram a sugestão da presidente.

 

A posse dos conselheiros eleitos acontecerá no dia 16 de dezembro, no Teatro Amazonas.

Sobe Catracas

LUANA BORBA, jornalista

Jornalista de Manaus representou o Amazonas na bancada do Jornal Nacional e foi elogiada nas redes sociais 

Desce Catracas

HENDERSON PINTO, ex-presidente da Câmara de Santarém (PA)

Pagou mais de R$ 100 mil para empresa envolvida na Perfuga, por aluguel de carros, e é acusado de fraude em licitação de veículos