DeAmazônia

MENU
Atualizado em 10/09/2019

Amazonas comemora 15 anos sem focos de febre aftosa

AM é reconhecido internacionalmente pela Organização Mundial de Sanidade Animal (OIE) como área livre de febre aftosa com vacinação

Amazonas comemora 15 anos sem focos de febre aftosa O último registro se deu em 2004, em Careiro da Várzea

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O Amazonas comemora, nesta segunda-feira (09/09), 15 anos sem focos de febre aftosa. O último registro se deu em 2004, quando houve a identificação pelo serviço veterinário oficial do foco de febre aftosa no município de Careiro da Várzea (a 25 quilômetros de Manaus). A notificação junto à Comissão Executiva de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Codesav), órgão da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), criada em 2003, ocorreu no dia 25 de agosto, e a confirmação se deu no dia 9 de setembro.

 

Atualmente, as ações de defesa agropecuária são coordenadas pela Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), fundada no dia 29 de agosto de 2012. De acordo com o diretor-presidente da Adaf, Alexandre Aráujo, os focos registrados naquele ano serviram como um divisor de águas para a consolidação do serviço de defesa agropecuária no Estado.

 

“Hoje é um dia de alegria para todos os profissionais que atuaram naquela época. A partir dali, o serviço de defesa agropecuária do Amazonas ganhou um novo olhar a nível local e do Brasil, possibilitando a elaboração e o cumprimento de um planejamento estratégico, visando a estruturação do serviço para a erradicação da doença no Estado" , comentou Alexandre Araújo.

 

Quinze anos atrás

 Em 2004, foram identificados ao todo quatro focos de febre aftosa do Tipo C no município de Careiro da Várzea.  À época, a Codesav executou medidas que garantiram a sanidade do rebanho e o mercado nacional e internacional. As medidas adotadas foram: interdição da área, deslocamento de equipes para o local, implantação de postos de fiscalização, investigação nas propriedades vizinhas, e recadastramento de propriedades rurais.

 

O Amazonas é reconhecido internacionalmente pela Organização Mundial de Sanidade Animal (OIE) como área livre de febre aftosa com vacinação e busca suspender a vacina de febre aftosa até 2021, conforme o Plano Estratégico 2017-2026 do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Sobe Catracas

JUNIOR 'ORELHA', lutador de jiu-jitsu

Atleta parintinense conquistou medalha de ouro no Campeonato Europeu Jiu–Jitsu Championship 2020, em Portugal

Desce Catracas

CHICO ALFAIA, prefeito de Óbidos (PA)

MPF vai investigar prefeito por suposto desvio de recursos federais, repassados ao município pelo Ministério da Integração Nacional