DeAmazônia

MENU
Atualizado em 05/09/2019

Victor Ricelly Santos compõe grupo de procuradores que pediu demissão da Lava Jato

Procurador Federal do Amazonas, nomeado para a força tarefa em Brasília, também pediu demissão

Victor Ricelly Santos compõe grupo de procuradores que pediu demissão da Lava Jato Procurador federal, Victor Ricelly Santos (Foto: Aguilar Abecassis/ACRÍTICA)

DEAMAZÔNIA BRASÍLIA - Os seis procuradores que integram a força-tarefa da Lava Jato pediram demissão coletiva nesta quarta-feira (04/9), em protesto contra decisão da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, de arquivar trechos de delação contra o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) e um irmão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.

 

O procurador federal do Amazonas, Victor Ricelly Santos, também compõe o grupo de procuradores da Lava Jato, em Brasília, que também pediu desligamento do cargo. Quando foi nomeado por Dodge, em janeiro de 2018, para a força tarefa da Lava Jato, Ricelly era no MPF/AM o procurador Regional Eleitoral no Estado.  

 

Segundo o jornal O Globo, a insatisfação se deve a uma manifestação de Raquel Dodge sobre a delação premiada do ex-presidente da OAS Léo Pinheiro. A Procuradora Geral enviou a delação de Léo Pinheiro na terça-feira (3/9) ao STF, pedindo para homologar o acordo. 

 

Os procuradores - Raquel Branquinho, Maria Clara Noleto, Luana Vargas, Hebert Mesquita, Victor Riccely e Alessandro Oliveira, divulgaram um comunicado, nesta terça-feira (03/9), sem citar detalhes do motivo do pedido de demissão.

 

No pronunciamento alegam apenas “grave incompatibilidade de entendimento dos membros desta equipe com a manifestação enviada pela PGR ao STF na data de ontem (03.09.2019)". 

 

VEJA A NOTA DOS PROCURADORES  ___

“Devido a uma grave incompatibilidade de entendimento dos membros desta equipe com a manifestação enviada pela PGR ao STF na data de ontem (03.09.2019), decidimos solicitar o nosso desligamento do GT Lava Jato e, no caso de Raquel Branquinho, da SFPO. Enviamos o pedido de desligamento da data de hoje. Foi um grande prazer e orgulho servir à Instituição ao longo desse período, desempenhando as atividades que desempenhamos. Obrigada pela parceria de todos vocês. Nosso compromisso será sempre com o Ministério Público e com a sociedade.”

Sobe Catracas

RONAN MARINHO, artista parintinense

Idealizado por ele, projeto de animação audiovisual infantil, dos bois Garantido e Caprichoso, em formato Kids, será lançado em dezembro

Desce Catracas

HERIVÂNEO SEIXAS, prefeito de Humaitá

Concurso público da Prefeitura foi suspenso pela Justiça, após contratação de Instituto suspeito, para organizar o certame