DeAmazônia

MENU
Atualizado em 23/08/2019

'A Dona do Pedaço': Walcyr Carrasco precisou reescrever cena de revelação de trans

Globo mandou regravar cena para que ficasse mais "respeitosa"

'A Dona do Pedaço': Walcyr Carrasco precisou reescrever cena de revelação de trans Britney (Glamour Garcia) toma coragem para revelar verdade a Abel (Pedro Carvalho) - Foto: Globo/Reprodução

DEAMAZÔNIA RIO - A cena em que Britney (Glamour Garcia) revela para Abel (Pedro Carvalho) que é transexual precisou ser regravada nos estúdio de “A Dona do Pedaço”, à pedido da Rede Globo.

 

Segundo o site Notícias da TV, a emissora mandou que o autor Walcyr Carrasco reescrevesse cena, que foi ao ar nesta quinta-feira (22), para deixar a mais “respeitosa”.

 

Na versão original, escrita anteriormente e que na chegou a ser exibido, Abel, o cegamente apaixonado por Britney, seria extremamente agressivo com a amada ao saber que ela escondeu tanto tempo que nasceu Rarisson só depois se tornou mulher.

 

"Eu... Eu devia dar uma surra em você, por ofender minha dignidade", ameaçaria o português. E ainda a chamaria de coisas como “aberração” e “Frankenstein”, monstro de um filme britânico.

 

No entanto, Silvio de Abreu, diretor de Dramaturgia da emissora teria , considerado o texto muito pesado com potencial de gerar reações controversas, e que a cena poderia ser encarada como transfóbica.

 

Com as mudanças, Walcyr Carrasco tirou toda a ameaça de violência da sequência que foi ao ar. E a fala do português foi menos impactante.

 

"Você brincou com meus sentimentos. Não falou a verdade esse tempo todo. Jogou com a minha dignidade. Não ouse falar comigo”, disse ele em nova cena, exibida nesta quinta.

Sobe Catracas

RAFAEL BARBOSA, defensor público geral do Amazonas

Recebeu medalha Ruy Araújo, mais alta comenda da Aleam, e em agradecimento, nomeou o 18º defensor aprovado no concurso da DPE-AM

Desce Catracas

HAMILTON VILLAR, ex-prefeito do Careiro Castanho (AM)

Em menos de um mês, TCE-AM reprovou novamente as contas do ex-prefeito e condenou ele a devolver R$ 3,7 milhões