DeAmazônia

MENU
Atualizado em 13/08/2019

Procuradora Geral do AM nomeia força-tarefa contra corrupção em Coari

Em Nota, prefeito de Coari diz que denúncias são infundadas e que reportagem do Programa Câmera Record é 'requentada

Procuradora Geral do AM nomeia força-tarefa contra corrupção em Coari Procuradora geral do Amazonas, Leda Mara Albuquerque

DEAMAZÔNIA COARI, AM - Após repercussão da reportagem especial exibida em rede nacional do Programa Câmera Record, da TV Record, neste domingo (11/08), sobre novo escândalo de corrupção na Prefeitura de Coari (a 370 quilômetros de Manaus), a procuradora geral do Amazonas, Leda Mara Nascimento Albuquerque, enviou uma força tarefa de promotores de Justiça a 'cidade do Petróleo', para retomar as investigações contra o prefeito Adail Filho (PP), vereadores e empresários.

 

A procuradora chefe nomeou o promotor de Justiça, Weslei Machado, para comandar os trabalhos. Integram a força tarefa os promotores Leonardo Tupinambá do Valle, Fabrício Santos Almeida, Fábia Melo Barbosa de Oliveira e Gabriel Salvino Chagas do Nascimento.

 

A portaria da Procuradoria Geral número 2259 foi publicada nesta segunda-feira (12). A força tarefa tem um prazo de 60 dias para concluir as investigações. O programa publicou em suas redes sociais a portaria da Procuradoria Geral do Amazonas. 

 

As investigações do MP apontam o prefeito Adail Filho como o suposto chefe do esquema de desvio recursos financeiros em Coari.

 

JUIZ

A reportagem do Câmera Record cita ainda o suposto envolvimento do juiz da Comarca, Fábio Alfaia. Diante de farta documentação e testemunhas, o MP informa que ingressou com dez pedidos de afastamento do prefeito de Coari, e que a maior parte dos pedidos foi negada pelo juiz. O Ministério Público ajuizou ainda mais de 20 exceções de suspeição contra o magistrado. 

 

Segundo o Ministério Público o juiz teria relação de amizade com a família Pinheiro. A equipe da TV tentou falar com Alfaia, mas não obteve retorno.

 

O OUTRO LADO 

O prefeito de Coari, Adail Filho, divulgou Nota nesta segunda (11) para informar que as informações contidas na reportagem do Programa Câmera Record faltam com a verdade dos fatos, e que muitas das matérias são 'requentadas' e até judicializadas.

 

Adail negou qualquer ato de corrupção ativa ou passiva em favor ou desfavor de qualquer ente público ou político. “As informações contidas [...] objetivam macular uma administração marcada pelo trabalho e compromisso com o povo coariense”, diz trecho da Nota do prefeito.  

ABAIXO VEJA A PORTARIA DO MP/AM E A NOTA DA PREFEITURA

doc

 

adail  

@pw_instagram

Sobe Catracas

RONAN MARINHO, artista parintinense

Idealizado por ele, projeto de animação audiovisual infantil, dos bois Garantido e Caprichoso, em formato Kids, será lançado em dezembro

Desce Catracas

HERIVÂNEO SEIXAS, prefeito de Humaitá

Concurso público da Prefeitura foi suspenso pela Justiça, após contratação de Instituto suspeito, para organizar o certame