DeAmazônia

MENU
Atualizado em 12/08/2019

"Vou te pedir para ser laranja em outra coisa", disse Deltan à procuradora

Força-tarefa da Lava Jato usou os movimentos 'Vem Pra Rua' e instituto Mude para pressionar STF e governo

Procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Força-tarefa da Lava Jato (oto: Agência Brasil/Fernando Frazão)

Em um trecho de novas conversas, divulgadas pelo site The Intercept, nesta segunda-feira (12/8), o procurador Deltan Dallganol pede que a também procuradora de Justiça, Thamea Danelon, seja “laranja” em uma articulação da força-tarefa para pressionar o Supremo Tribunal Federal (STF), a prender o ex-presidente Lula.

 

As novas divulgações também expõe que Dallganol usou movimentos como o "Vem pra rua" e Instituto Mude, ligados à partidos de direita, contra o STF, um dia após a morte do ex-ministro Teori Zavascki, morto em acidente aéreo, para pressionar o Supremo a não nomear Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli, como substituto de Zavascki.

 

Conforme o Intercept, no dia 22 de março de 2018, o STF concedeu a Lula um salvo-conduto para que ele, já condenado em segunda instância no caso do tríplex do Guarujá, não fosse preso até o julgamento de seu habeas corpus preventivo, marcado para 4 de abril.

 

Oito dias depois, Dallagnol anunciou no grupo de Telegram 'Parceiros MPF' — 10 medidas que ele e a equipe da Lava Jato no Paraná haviam aderido a um abaixo-assinado restrito a juízes e procuradores a favor da prisão em segunda instância.

 

O procurador teria discutido com Thaméa Danelon a possibilidade de que também houvesse abaixo-assinados apresentados pela sociedade, e não apenas por autoridades. “Se Vc topar, vou te pedir pra ser laranja em outra coisa que estou articulando kkkk”.

 

Danelon aceitou a proposta e Deltan pede sigilo: “Um abaixo assinado da população, mas isso tb nao pode sair de nós… o Observatório vai fazer. Mas não comenta com ng, mesmo depois. Tenho que ficar na sombra e aderir lá pelo segundo dia. No primeiro, ia pedir pra Vc divulgar nos grupos. Daí o pessoal automaticamente vai postar etc”.

 

O Observatório Social é uma organização de atuação nacional sediada em Curitiba que atua, segundo o site, “em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos”.

 

Thaméa divulgou o abaixo-assinado, em São Paulo e disse a ele que o Vem Pra Rua fez o mesmo. Em seguida, o coordenador da Lava Jato compartilhou a petição em seu perfil do Facebook sem mencionar que estava por trás da iniciativa.

 

Dallagnol escreveu a Danelon: “Temos que cuidar pra não parecer pressão. Se não estivéssemos na LJ, o tom seria outro kkkkk. Ia chutar o pau da barraca rs. Depois chutava a barraca e eles todos tb kkk”. A procuradora subiu vários tons. “Eu colocava todos na barraca e metralhava kkkk”.

Sobe Catracas

SUSAN MONTEVERDE, jornalista

Parintinense vai representar o Brasil no Seminário Global de Salzburg (SGS), na Áustria, nos diálogos das áreas de Cultura, Artes e Sociedade.

Desce Catracas

CHICO ALFAIA, prefeito de Óbidos (PA)

MPF vai investigar prefeito por suposto desvio de recursos federais, repassados ao município pelo Ministério da Integração Nacional