DeAmazônia

MENU
Atualizado em 06/08/2019

Polícia Federal alerta para genocídio da tribo Iamomâmi, por garimpeiros, em Roraima

Agentes federal afirma em inquérito que há riscos de mortes em série de indígenas em Roraima

Polícia Federal alerta para genocídio da tribo Iamomâmi, por garimpeiros, em Roraima Polícia Federal alerta para genocídio de Iamomâmi, por garimpeiros, em Roraima ( foto MPF)

 

BOA VISTA (RR) — A Polícia Federal alerta que garimpeiros estão invadindo terras indígenas Ianomâmi, com risco de exterminarem a etnia em Roraima. Relatório da PF aponta um avanço da ocupação por garimpeiros que pode provocar mortes em série com crime de genocídio.  

 

A informação é do Jornal O GLOBO. O alerta esta registrado em inquérito da PF. As investigações dos agentes federais resultou na prisão de 30 pessoas que atuam na exploração ilegal de ouro em terras indígenas ‘onde atuam milhares de garimpeiros pobres ou miseráveis, muito próximos às aldeias dos ianomâmi’.

 

Reportagem do Jornal O GLOBO visitou as terras Ianomami e ‘documentou a rotina frenética da retirada do ouro por meio de máquinas chamadas de “tatuzões” e retratou, em reportagem publicada no último domingo, o rastro de violência, tensão e destruição ambiental deixado pelo garimpo ilegal nos ianomâmi’.

 

O presidente Jair Bolsonaro é a favor da exploração de garimpo em terras indígenas. Bolsonaro demitiu o diretor do INPE, Ricardo Galvão, por que o instituto divulgou que avança o desmatamento da Amazônia. O INPE também denuncia que o Ibama deixou de fiscalizar a devastação da floresta.

 

Sobe Catracas

GERSON MOURÃO, presidente da Fundação Cecon do AM

Médico mastologista foi homenageado com Medalha Ruy Araújo, na Aleam, pelo trabalho à frente do Centro de Controle de Oncologia do Estado

Desce Catracas

RAIMUNDO MARTINS, ex-prefeito de São Paulo de Olivença (AM)

Teve contas de 2012 reprovadas pelo TCE/AM e foi multado em R$ 2,1 milhão por diversas irregularidades