DeAmazônia

MENU
Atualizado em 01/08/2019

Bolsonaro muda Comissão de Mortos e Desaparecidos por militares e PSL

Presidente teria interesse em dar nova versão a história

Bolsonaro muda Comissão de Mortos e Desaparecidos por militares e PSL Fernando Augusto de Santa Cruz desapareceu em 1974

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM O  presidente Jair Bolsonaro decidiu trocar quatro dos sete membros da Comissão de Mortos e Desaparecidos Políticos . A medida ocorre durante declaração polêmica na qual atacou o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, ao afirmar que sabia quem matou o pai dele, Fernando Augusto de Santa Cruz, na época da ditatura militar.

 

Santa Cruz foi preso pelo agentes do regime militar em 1974, no Rio, mesmo ano em que o parintinense Tomazinho Meirelles, também foi preso, e desapareceu. Especialista da área afirmam que presidente quer dar nova versão a história dos mortos e desaparecidos. 

 

‘Eugênia Augusta Fávero, presidente da comissão, que esta semana criticou Bolsonaro pelas declarações , está entre as excluídas. Ela foi substituída por Marco Vinicius Pereira de Carvalho , advogado, filiado ao PSL e assessor da ministra da Mulher e dos Direitos Humanos Damares Alves’, informa o Estadão. O ato que muda a composição da comissão é assinado por Bolsonaro e Damares, a quem o grupo está vinculado.

 

Bolsonaro também nomeou para a comissão Weslei Antônio Maretti , coronel reformado do Exército. Outro oficial do Exercito é Vital Lima Santos. O deputado federal do partido do presidente o PSL,   Filipe Barros Baptista de Toledo Ribeiro também integrará a comissão

 

“A mudança na composição da comissão chega dois dias depois de Bolsonaro contrariar dados de documentos oficiais e atribuir a morte do ex-militante Fernando Santa Cruz, desaparecido desde 1974, a guerrilheiros de esquerda”, escreve o Estadão.

 

Em nota, a presidente substituída, Eugênia Gonzaga, disse que lamentava pelas famílias de mortos e desaparecidos. Para ela, "ao que tudo indica", a decisão do governo foi "uma represália" .

 

Nesta quinta (01), Bolsonaro disse que a mudança reflete a orientação política de seu governo. "Agora o presidente é de direita" , afirmou.

Sobe Catracas

ALAN ROBERTO, professor da rede pública estadual do AM

É idealizador de projeto que criou Canal no Youtube para promover interação entre alunos e divulgar ideias inovadoras, em forma de ajuda

Desce Catracas

JENDER LOBATO, presidente do boi Caprichoso

Agremiação que propaga defesa da floresta e dos povos indígenas é omissa contra ataques do Governo Federal à Amazônia