DeAmazônia

MENU
Atualizado em 30/07/2019

Advogados Progressistas do AM:'Bolsonaro se comportou de forma covarde’

Advogados do Amazonas manifestaram repúdio e solidariedade ao pai do presidente da OAB

Advogados Progressistas do AM:'Bolsonaro se comportou de forma covarde’ Sede da OAB, no Amazonas

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O grupo de advogados Progressitas do Amazonas divulgou nota de repúdio e de indignação, nesta segunda-feira (30/07) contra a declaração do presidente Jair Bolsonaro sobre o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, na qual cita ainda o pai dele Fernando Augusto Santa Cruz, que é um dos desaparecidos políticos durante o regime militar.

 

Os advogados afirmam que Bolsonaro se comportou de forma covarde, despeitosa e leviana, igualmente como já se manifestou apoio a torturadores durante o regime militar. 

 

“É inadmissível que a maior autoridade política do país, de quem se espera ser grande defensor da Justiça, dos direitos humanos e da memoria do seu povo, se comporte de maneira covarde, desrespeitosa e leviana, como já o fizera em outra ocasião, apoiando o torturado sanguinário Carlos Ustra”, diz trecho da nota.

 

Os advogados Progressitas afirmam ainda que Bolsonaro demonstra, mais uma vez, que o presidente da República não tem equilíbrio, preparo e nem capacidade necessária para liderar uma nação e se solidarizam aos familiares do presidente da OAB.

 

ADVOGADOS/ADVOGADAS PROGRESSISTAS DO AMAZONAS

NOTA DE REPÚDIO

Sobre a declaração do Presidente Jair Bolsonaro feita na data de hoje sobre um dos desaparecidos durante o Regime Militar, Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira, pai do Presidente da Nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz, manifestamos nosso total repúdio e indignação.

 

É inadmissível que a maior autoridade política do país, de quem se espera ser grande defensor da justiça, dos direitos humanos e da memória de seu povo, se comporte de maneira covarde, desrespeitosa e leviana, como já o fizera em outra ocasião, apoiando o torturador sanguinário Carlos Ustra.

 

Com suas palavras o mandatário da República desrespeitou a memória de todos os desaparecidos durante um dos períodos mais obscuros da história brasileira, a ditadura militar, que teve início com o golpe de 1964, demonstrando total falta de empatia com o sofrimento de seus compatriotas e suas famílias.

 

Agindo assim, mais uma vez o Presidente Bolsonaro demostra não ter o equilíbrio, preparo e capacidade necessárias a um bom líder.

 

Prestamos nossa solidariedade ao Presidente Felipe Santa Cruz e a toda sua família, com a certeza de que a advocacia brasileira não se calará diante de mais esse ataque. #ditaduranuncamais

 

Manaus, 29 de julho de 2019.

Márcia Álamo OAB/AM 3845
Carlos Santiago OAB/AM 9.138
Márcio Silva de Lira OAB/AM 6.307
Elias Sereno OAB/AM 12819
Valéria Schneider do Canto, OAB/AM-A-822
Orlando Brasil OAB AM 5636
Fádia Assad OAB 7044 – AM
Geraldo da Silva Frazão OAB-AM 2674
Julio Salas - OAB/AM 10.165
Izabel Cipriano - OAB 6737
Márcia Silva Dias OAB/AM 7520
Isa Lopes - OAB/AM 2585
Kélia Simone de Sousa Rêgo, OAB/AM 5.140
Francisco Rodrigues Balieiro OAB/AM 2.241
José Valim OAB/AM 2095
Daniel Felix da Silva OAB/AM 11.037
Adson José Messias Ribeiro OAB-AM 6.534
Ana Carolina de Alencar Balieiro, OAB/AM 6.342
Rosemary Lima Rodrigues OAB 2351/AM
Angela Galvão dos Santos Silva OAB/AM 12762
Aloncio de Oliveira - OAB 2.876/AM
Paula Valério OAB/AM 1024
Afonso Rodrigues da Silva OAB/AM n° 4353
José Aluízio Souza Pessoa, OAB/AM 3238
Paula Caroline Galvão OAB/AM 10175
Fabiana Costa Mattos OAB/ AM 12417
Luiz Carlos Castelo OAB/AM 9.578
Daiany Andrade Viana - OAB/AM 9.429
João Thomas Luchsinger OAB-Am A/186
Ivo Morais de Oliveira OAB AM 5.945
Elaine de Araújo Veras OAB/AM 9.642
Joaquim Lopes Frazão, OAB/AM 4016
Yuri Evanovick Leitão Furtado OAB/AM 10.225
Fabrício de Melo Parente, OAB/AM 5772
Lubênia Pinheiro de Melo Parente, OAB/AM 10090
Paloma Maquiné da Silva OAB/AM 12.769
João Carlos Pinto de Araújo, OAB/AM 3787

  

Sobe Catracas

CAROLINE BRAZ, secretária de Direitos Humanos do AM

Pela primeira vez, Amazonas aderiu a campanha nacional "Não é Não", contra o assédio, com ações por todo o estado no Carnaval 2020

Desce Catracas

VILSON GONÇALVES, prefeito de Aveiro (PA)

Virou alvo da Justiça em processo criminal acusado de recolher ICMS de mercadoria para exportação sem comprovar para Sefa saída do produto