DeAmazônia

MENU
Atualizado em 16/07/2019

Delator foi coagido a 'construir depoimento' sobre sítio usado por Lula

Ex-diretor da Odebrecht critica procuradores, segundo Uol

Delator foi coagido a 'construir depoimento' sobre sítio usado por Lula Sítio de Atibaia (Foto: Márcio Fernandes/Agência Estado)

DEAMAZÔNIA BRASÍLIA - Novas revelações nas delações da Operação Lava Jato. Segundo o site Uol, o ex-diretor-superintendente da Odebrecht Carlos Armando Paschoal, disse à Justiça de São Paulo que "quase foi coagido a fazer um relato sobre o que tinha ocorrido" e que teve que "construir um relato" no caso do sítio de Atibaia. O ex diretor fez críticas aos procuradores da força tarefa.

 

O ex-presidente Lula e o ex-diretor foram condenados no caso do sítio. O caso não tem relação direta com os processos contra a Lula.

 

Segundo o Uol, no depoimento ao Tribunal de Justiça de São Paulo, no dia 03 de julho, como testemunha contra, Elton Santa Fé Zacarias, ex ministro de Ciência e Tecnologia, Paschoal não explicar detalhes da 'coação' o do que teria 'construído' em seu depoimento.  

Sobe Catracas

PASTORA LEAL, presidente do TRT/8ª Região

Desembargadora foi homenageada na sede do TST, em Brasília, com medalha da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho

Desce Catracas

JARDEL VASCONCELOS, prefeito de Monte Alegre (PA)

Conselho de Ética e Transparência Administrativa Municipal (Copetramma) protocolou pedido de cassação dele na Câmara por suposta fraude em licitação