DeAmazônia

MENU
Atualizado em 16/07/2019

Influenciadora se joga de prédio e morre, um dia após se casar com ela mesma

Alinne Araujo, de 24 anos, foi abandonada pelo noivo um dia antes do casamento

Influenciadora se joga de prédio e morre, um dia após se casar com ela mesma Alinne Araújo se casaria com Orlando Costa (Foto: Reprodução | Instagram )

A influenciadora digital Alinne Araujo, de 24 anos, que se casou sozinha neste domingo (14/7), após ser abandonada pelo noivo, morreu ao se jogar do 9º andar do prédio onde morava no Rio de Janeiro, na noite desta segunda (15). A também estudante de psicologia sofria de depressão.

 

De acordo com informações da revista Glamour, a confirmação da morte foi feita pela amiga -e -  madrinha de casamento da jovem, Marcella Brugger. 

 

Aline viralizou um dia após se casar consigo mesma. Ela tinha planos de se oficializar a união com o então noivo, Orlando Costa, mas, segundo post feito por ela própria em seu Instagram, o rapaz teria desistido do casamento um dia antes da cerimônia e terminou o relacionamento por mensagem de texto.

 

“Vocês sabem a dor de confiar em alguém cegamente e achar que encontrou o companheiro da vida e, um dia antes da celebração do amor de vocês, a pessoa some. Manda uma mensagem pelo WhatsApp e termina todos os sonhos de vocês. Fui pega de surpresa, quis morrer. Ele sempre soube da minha condição e não se importou em como eu estaria. Eu recebi a notícia [quando] estava dirigindo, tive uma crise no volante. Poderia ficar aqui chorando, mas tem uma festa linda me esperando, então hoje caso comigo mesmo em nome da minha vida nova. Me desejem sorte. Amo vocês”, escreveu Alinne em um post.

 

“Meu noivo simplesmente sumiu. E ele não vai aparecer na minha festa, que já está paga. Então eu vou casar comigo mesma”, confirmou, em vídeo também no domingo. 

@pw_instagram

Sobe Catracas

HELOÍSA DE MOURA, aluna da rede municipal de Manaus

Representando o AM, Poema dela foi classificado para final da Olimpíada Brasileira de Língua Portuguesa 

Desce Catracas

HENRIQUE FALABELLA, prefeito de Urucará (AM)

Famílias denunciam mortes de bebês por falta de médicos no Hospital Municipal e cobram providências do prefeito