DeAmazônia

MENU
Atualizado em 02/07/2019

FVS divulga balanço de Boletim dos Atendimentos de Saúde, em Parintins

O Boletim foi realizado durante a Festa dos Visitantes, e encerrou no domingo após o terceiro dia de apresentação dos bois Garantido e Caprichoso

FVS divulga balanço de Boletim dos Atendimentos de Saúde, em Parintins Foram realizadas vários tipos de inspeções no período do Festival. (Foto: Divulgação)

DEAMAZÔNIA PARINTINS, AM - A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) divulga, nesta segunda-feira (1º/07), o balanço realizado pelo órgão estadual em parceria com o Ministério da Saúde e a Secretaria Municipal de Saúde de Parintins, durante o 54º Festival Folclórico de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus). O monitoramento iniciou na quinta-feira (27/06), durante a Festa dos Visitantes, e encerrou no domingo (30/06), após o terceiro dia de apresentação dos bois Garantido e Caprichoso.

 

Conforme o Boletim Final do Monitoramento de Ação de Saúde do 54º Festival Folclórico de Parintins, na área de Vigilância Sanitária, foram realizadas 189 inspeções sanitárias, 81 inspeções sanitárias e ambiental em embarcações, 580 abordagens a vendedores ambulantes no entorno do Centro Cultural de Parintins (Bumbódromo), 726 cadastramentos de interesse sanitário e apreensão de 1.345 quilos de produtos impróprios para consumo.

 

Durante o monitoramento nas unidades hospitalares, a FVS-AM registrou 482 atendimentos de saúde relacionados ao evento de massa. Dentre eles, 306, o equivalente a 64% dos casos atendidos, foram clínicos; e 90 atendimentos, equivalente a 19% do total, foram traumas, sendo que a maioria casos leves, fratura, lesão perfurante, escoriação e contusão.

 

Nos casos clínicos, os principais sinais e sintomas relatados foram cefaleia (22,8%), febre (20,3%), mal-estar (19,7%), tontura (16,3%), dor abdominal (13,2%), pressão alta (13,2%), dor em membros (12,7%), diarreia (12,7%), falta de ar (12,4%), dor na garganta (8,5%), tosse (5,6%) e edema localizado (5,1%). Doenças crônicas e embriaguez, violência também foram relatados.

 

Durante o festival, os atendimentos médicos foram realizados no Hospital Dr. Jofre Cohen (164), Hospital Padre Colombo (86), Unidade Básica de Saúde (81), Centro Cultural de Parintins – Bumbódromo (131) e Balsa de Saúde (33). Os tipos de procedimentos realizados foram medicação (68%), aferição de pressão (47,5%), curativo (17,4%), raio x (8,7%), teste de glicemia (10,2%), outros não especificados (8,9%) e exames laboratoriais (3,1%).

 

Para o diretor técnico da FVS-AM, Cristiano Fernandes, os atendimentos no setor da saúde foram dentro do esperado pela vigilância epidemiológica, os atendimentos foram classificados como casos leves e pontuais.

 

“O monitoramento foi realizado nas unidades de saúde e também em pontos estratégicos. Dessa forma, organizamos a rede para detectar de forma rápida e oportuna eventos adversos. As vigilâncias, tanto a estadual quanto a municipal, cumpriram uma intensa rotina de ações de dia e a noite, voltada para prevenção e promoção a saúde”, pontuou Cristiano.

 

O perfil epidemiológico dos atendimentos mantém 53% foram para homens e 47% para mulheres. Entre os pacientes atendidos, 55% receberam alta médica, 32% ficaram em observação e 18% foram transferidos para outra unidade de saúde.

 

Ações de Educação em Saúde

Durante o festival, os profissionais de saúde do Programa de Infecção Sexualmente Transmissíveis (IST) realizaram ações de promoção a saúde com a distribuição de 65.000 preservativos masculinos, 7.300 unidades de gel lubrificante e 5.200 panfletos educativos para os brincantes da festa.

Sobe Catracas

GERSON MOURÃO, presidente da Fundação Cecon do AM

Médico mastologista foi homenageado com Medalha Ruy Araújo, na Aleam, pelo trabalho à frente do Centro de Controle de Oncologia do Estado

Desce Catracas

RAIMUNDO MARTINS, ex-prefeito de São Paulo de Olivença (AM)

Teve contas de 2012 reprovadas pelo TCE/AM e foi multado em R$ 2,1 milhão por diversas irregularidades