Sábado, 06 de junho de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 01/06/2019

AM encerra campanha de vacinação com 99,55% da população-alvo imunizada

A meta estadual foi atingida, mas 17 municípios ainda não alcançaram os 95% de cobertura

AM encerra campanha de vacinação com 99,55% da população-alvo imunizada Dados são do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI). Foto: reprodução

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A Fundação de Vigilância em Saúde informa nesta sexta-feira (31/05) que o Amazonas ultrapassou a cobertura vacinal preconizada contra a Influenza A (H1N1), atingindo 99,55%, o que equivale a 1.103.035 doses aplicadas. Os dados são do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) do Ministério da Saúde.

 

A meta da campanha era alcançar 95% dos grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde, o que totaliza 1.107.989 pessoas. A campanha iniciou de forma antecipada no Amazonas, no dia 20 de março.

 

De acordo com a diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, os números representam o esforço conjugado do Governo do Amazonas e mobilização da rede de Assistência e Vigilância em Saúde Pública da Capital e do Interior, no sentido de disponibilizar as doses e efetivar a campanha de vacinação. “A intensificação da campanha foi importantíssima para chegarmos a alcançar essa alta cobertura vacinal”, afirmou a Rosemary.

 

A diretora esclarece que os dados ainda são parciais, mas um dos principais indicadores do sucesso da campanha foi a diminuição significativa nos casos graves e óbitos por vírus H1N1. “Estamos vivenciando a transição climática do inverno amazônico para verão, mas até que o verão inicie é preciso manter o alerta, com as medidas importantes e simples de prevenção à gripe, tais como a boa lavagem das mãos e o uso de álcool gel”, informou Rosemary.

 

A meta estadual foi atingida, mas 17 municípios ainda não alcançaram os 95% de cobertura: Anori (71,87%), Apuí (77,85%), Barcelos (81,68%), Beruri (83,45%), Boca do Acre (55,04%), Borba (82,63%), Canutama (78,12%), Coari (82,94%), Eirunepé (76,34%), Guajará (89,81%), Itacoatiara (89,47%), Itapiranga (85,7%), Lábrea (89,58%), Novo Airão (74,81%), Novo Aripuanã (84,23%), Pauini (77,64%), Rio Preto da Eva (77,42%).

 

Para esses casos, os municípios devem continuar oferecendo a vacina à população.

 

Boletim de Influenza 

 A 31ª edição do Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), divulgada nesta sexta-feira (31/05) pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), mostra que o número geral de casos de SRAG subiu de 1.310, para 1.415, 105 casos a mais que no último boletim do dia 6 de maio.

 

Em relação aos casos de H1N1, o boletim informa que permanecem os 120 casos confirmados este ano no estado, com 34 óbitos. O último caso confirmado foi no dia 5 de abril de 2019 e o último óbito em 28 de março de 2019. Em Manaus, são 26 óbitos por H1N1. No interior, continuam três casos em Manacapuru, além de Parintins, Itacoatiara, Japurá, Urucurituba e Maués, com um caso cada.

 

O Vírus Sincicial Respiratório (SRV) subiu de 331 casos para 361. O número de óbitos é de 34 casos, quatro casos a mais que a última edição, sendo 29 em Manaus e Borba, Iranduba, Itacoatiara, Manacapuru e Manicoré com um óbito cada.

 

A FVS alerta às mães, principalmente de recém-nascidos e lactentes, que o Vírus Sincicial Respiratório causa quadros clínicos que podem evoluir com gravidade e levar ao óbito. Portanto, crianças com sintomas respiratórios virais devem ser levados para avaliação médica na unidade de saúde mais próxima da residência.

 

Conforme o boletim, dos 72 pacientes graves que evoluíram para óbitos, entre fevereiro a maio de 2019, 65 deles faziam parte de grupo de risco mais suscetíveis, o que corresponde a 90%, com destaque para crianças menores de 5 anos, idosos, pessoas com diabetes, pneumopatas, pessoas com obesidade e neuropatas.

Sobe Catracas

RODRIGO SEIXAS, produtor musical

Produtor amazonense assinou com gravadora europeia, do artista Lexlay, que em breve será lançada no 'Compilation Barcelona 2020'

Desce Catracas

CHICO 'DOIDO', prefeito de Iranduba (AM)

Justiça ordenou que ele reforme toda rede de iluminação de Iranduba, pois grande parte da cidade está no escuro, mesmo com moradores pagando taxa