DeAmazônia

MENU
Atualizado em 29/05/2019

Pedreiro é preso por estuprar filhas; vítimas eram obrigadas a assistirem pornôs

Crianças tinham 4 e 10 anos na época dos abusos.

Pedreiro é preso por estuprar filhas; vítimas eram obrigadas a assistirem pornôs Homem foi condenado em segunda instância a 18 anos de prisão

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Rafael Costa e Silva, titular do 4º Distrito Integrado de Polícia (DIP), falou, na manhã desta quarta-feira (29/05), durante coletiva de imprensa realizada às 11h, no prédio a unidade policial, sobre o cumprimento de mandado de prisão, em razão de sentença condenatória, em nome de um homem de 55 anos, por estupro de vulnerável contra as próprias filhas, que tinham quatro e dez anos de idade quando a violência sexual aconteceu, em 2015.

 

Conforme a autoridade policial, o infrator foi preso pela equipe do 4° DIP no início da tarde de terça-feira (28/05), por volta de meio-dia, nas dependências do prédio de um órgão público situado na rua Maceió, bairro Nossa Senhora das Graças, zona centro-sul da cidade. A ordem judicial em nome dele foi expedida no dia 15 de abril deste ano, pelo desembargador João Mauro Bessa, da 1ª Câmara Criminal. O infrator foi condenado a 18 anos e oito meses de reclusão, segundo o delegado.

 

“Na época do delito, as duas crianças delataram os abusos sexuais praticados pelo pai para a avó, que acionou a polícia. As práticas ilícitas já estavam acontecendo há alguns meses, na casa onde eles moravam, no bairro da Paz, zona centro-oeste da cidade. O pai molestava as filhas e, inclusive, os exames periciais confirmaram que o infrator introduziu o órgão sexual nas vítimas. Essas situações surpreendem até mesmo nós, policiais, que já atuamos na instituição há tantos anos”, explicou o delegado.

 

O titular do 4° DIP informou, ainda, que durante termo de declaração as vítimas relataram que apanhavam do pai e que ele chegou até a passar batom nelas para que se passassem pela mãe. O infrator também obrigava as crianças a assistir conteúdos pornográficos com ele. O delegado enfatizou que as crianças estão sob os cuidados da avó e que a mãe da vítima já está separada do infrator.

 

Ao término dos procedimentos cabíveis no 4° DIP, o homem será conduzido ao regime fechado do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), situado no quilômetro oito da rodovia federal BR-174, onde irá ficar à disposição da Justiça.

 

FOTOS: Erlon Rodrigues/ PC-AM. 

Sobe Catracas

SUSAN VALENTIM, fotógrafa

Acreana teve três fotos, de conceito amazônico, aprovadas para estamparem revista online Vogue Itália 

Desce Catracas

GEAN BARROS, prefeito de Lábrea (AM)

Instituto de Previdência dos Servidores Públicos (Lábrea/Prev) não entrega prestação de contas desde 2016, aponta TCE