DeAmazônia

MENU
Atualizado em 22/05/2019

Moro reúne com Omar Aziz e deputados do Amazonas

O principal assunto foi a segurança nas fronteiras como forma de coibir a entrada de drogas e armas no Brasil

Moro reúne com Omar Aziz e deputados do Amazonas Ministro Sérgio Moro esteve com senador Omar Aziz e deputados nesta quarta (22) (Foto: divulgação)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Na tarde desta quarta-feira (22), o ministro da Segurança Pública Sérgio Moro recebeu em seu gabinete o senador Omar Aziz, os deputados federais Sidney Leite, Capitão Alberto Neto e Bosco Saraiva para tratar de questões relacionadas à segurança pública.

 

Além deles participaram da reunião também a presidente do Sindicato dos Peritos Oficiais da Polícia Civil do Estado do Amazonas e a assessora para assuntos legislativos, Viviany da Cruz e Geiza Rocha respectivamente, e o presidente da Associação Brasileira de Criminalística, Leandro Lima.

 

Na pauta, o principal assunto foi a segurança nas fronteiras como forma de coibir a entrada de drogas e armas no Brasil. Para o senador Omar Aziz um dos principais problemas a serem resolvidos é o efetivo de homens na defesa das fronteiras e a falta de investimento em tecnologia de ponta para auxiliar no trabalho.

 

De acordo com o senador o ministro demonstrou disposição em atacar os problemas e manifestou interesse em visitar Tabatinga-AM para conhecer de perto a tríplice fronteira (Brasil - Colômbia - Peru), uma das regiões por onde entram mais drogas e armas no País.

 

Além disso, o senador destacou que o ministro vai implementar um programa de segurança pública nacional, começando por cinco regiões do Brasil e que deve servir como piloto para posteriormente expandir para todo o País. O senador Amazonense ressaltou ainda a importância de o Congresso destinar mais recursos para o Ministério da Segurança Pública, afim de possibilitar a implementação de projetos apresentados pelo ministro Sérgio Moro.

 

Nesse contexto, o senador Omar lembrou ainda a falta de um fundo de financiamento de projetos nacionais de segurança pública. Para ele, assim como as áreas da Saúde e Educação possuem o Fundeb e o SUS respectivamente, a segurança pública também precisa ser encarada como um problema nacional e, portanto, ter um fundo específico para financiar programas da área. “É preciso ter um valor mínimo que seja, seguro e sem contingenciamento pra que possa ser aplicado no Brasil todo, se não nós não vamos ter segurança.”, finalizou o senador.

Sobe Catracas

CARLOS WIZARD MARTINS, empresário

Bilionário mudou-se de São Paulo para Roraima para administrar rede de apoio a imigrantes venezuelanos, em missão da igreja mórmon 

Desce Catracas

JOSÉ SEVERINO RIBAS, superintendente da Caixa Econômica no AM

Sorteados com casas populares do Minha Casa, Minha Vida, em Parintins, ocupam as residências devido sete anos de demora na entrega da obra