DeAmazônia

MENU
Atualizado em 22/05/2019

Justiça determina que Prefeitura de Envira asfalte ruas do município

Decisão é resultado de ação civil do MP/AM; prefeito Ivon Rates tem 90 dias para iniciar obras

Justiça determina que Prefeitura de Envira asfalte ruas do município Ação do MPAM força Prefeitura de Envira a pavimentar ruas do município (Foto: divulgação/MPPA)

DEAMAZÔNIA ENVIRA, AM - O prefeito de Envira (1.206 quilômetros de Manaus), Ivon Rates, tem 90 dias para dar início a serviços de terraplanagem, pavimentação e sinalização do sistema viário do município. Os serviços terão de ser feitos por força de decisão judicial resultado da Ação Civil Pública (ACP) ajuizada pelo Ministério Publico do Estado do Amazonas (MPAM) no ano de 2018.

 

A decisão é do dia 20 de maio de 2019 e também determina providências para 30, 60 e 90 dias. “Protocolei essa ACP em 16 de outubro de 2018, solicitando terraplenagem e asfaltamento das ruas de Envira. Quase sete meses depois, saiu a decisão liminar do juiz, atendendo ao pedido do Ministério Público”, relatou o Promotor de Justiça Kleyson Barroso, titular de Envira. 

 

Em 30 dias, a Prefeitura deve apresentar prestação de contas de R$ 14,8 milhões que teria recebido do Estado do Amazonas para as obras. Em 60 dias, deverá ser apresentado o plano para a realização das obras, que deverão ser iniciadas 30 dias após a apresentação do plano. A pavimentação e sinalização deverão ser concluídas um ano depois de iniciadas.

76691174-b80b-4344-b39d-710270683ede

Na investigação do MPAM, ficou demonstrado que, no ano de 2013, o Governo do Estado do Amazonas, pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), firmou convênio com o Município de Envira no valor total de R$ 11, 9 milhões.

 

Já no ano de 2018, dentro de um novo pacote de obras que contemplou todos os municípios do Estado do Amazonas, à exceção da Capital, a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) destinou ao Município de Envira R$ 2.9 milhões para a realização de obras de pavimentação e recuperação do sistema viário de Envira, contemplando 95 ruas e logradouros públicos.

 

“Com tantos recursos públicos, a nossa cidade era para ser um verdadeiro canteiro de obras, com todas as principais ruas pavimentadas com aplicação de revestimento asfáltico em CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente). No entanto, infelizmente, o máximo que se vê são os serviços realizados em algumas poucas vias públicas que têm seus buracos tapados com cacos de tijolos e/ou com cimento”, lamentou o promotor.

 

Na sentença foi fixada multa de R$3 mil por dia de descumprimento de qualquer das determinações, que deverá ser paga pessoalmente pelo prefeito, Ivon Rates.

Sobe Catracas

CONCEIÇÃO ANDRADE, gestora do Centro Tecnológico de Parintins

12 alunos de escola rural de Parintins, em estudo mediado por tecnologia, foram aprovados no PSC da Ufam e UEA

Desce Catracas

CLAUDENOR 'SABUGO', prefeito de Urucurituba (AM)

Com moradores sem abastecimento de água, contratou empresa por R$ 2,5 milhões para realizar festas no município em 2020