DeAmazônia

MENU
Atualizado em 21/05/2019

PSD confronta Bolsonaro

Clima expõe crise perigosa do Planalto com o Congresso

PSD confronta Bolsonaro O partido do senador Omar Aziz está em clima de guerra com o presidente (Foto: Edilson Rodrigues/ Agência Senado)

DEAMAZÔNIA BRASÍLIA - O PSD do senador Omar Aziz, que tem como presidente o ex-ministro Gilberto Kassab, está em clima de guerra com o presidente Jair Bolsonaro (PSL). Segundo a coluna Radar, da Revista Veja, em nota publicada, nesta terça feira (21/05), a arenga entre o presidente da República e o Congresso "já produz feitos inéditos".

 

O PSD atuou como partido amistoso e esteve na base de apoio dos governos de Lula, Dilma e Temer, mas agora "partiu para o ataque contra o presidente", diz a Veja.

 

Omar Aziz, que preside a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), e por onde vão passar os principais projetos de reformas econômicas do governo Bolsonaro, apresenta hoje (21) em plenário, um requerimento, como o apoio de líderes partidários, endereçado ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, pedindo que Bolsonaro cite, nominalmente, os deputados e senadores que tenham se portado com conduta antiética, no Congresso.

 

"As críticas ao Congresso comprometem o compromisso democrático do presidente", afirmou o presidente da CAE, a revista.

 

Com a indisposição do capitão com o Congresso a tendência é de que o governo Bolsonaro caminha para a ingovernabilidade.

 

Especialistas em área de gestão pública, consultados pelo Portal DeAmazônia, disseram que "o governo travará uma luta inglória, e que achará que sairá vitorioso, mas será uma vitória de pirro".

Sobe Catracas

WILSON LIMA, governador do Amazonas

Anunciou que deixará a estrutura da saúde do Festival, pela primeira vez, para ficar em Parintins 

Desce Catracas

JARDEL VASCONCELOS, prefeito de Monte Alegre (PA)

Em nova ação, Justiça condenou ele a perda dos direitos políticos por três anos por suposta fraude em verba federal