DeAmazônia

MENU
Atualizado em 20/05/2019

Classificados no Bolsa Pós-Graduação devem entregar documentos a partir desta terça (21)

Os documentos devem ser entregues das 8h às 17h, na sede da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi)

Classificados no Bolsa Pós-Graduação devem entregar documentos a partir desta terça (21) Documentação dos classificados do Bolsa Pós-Graduação deve ser entregue a partir desta terça-feira, 21 (Foto: Louise Batista / Semad)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A Prefeitura de Manaus recebe, a partir desta terça-feira (21/5), até quinta-feira, 23/5, a documentação dos 5.411 classificados na primeira chamada do Programa Bolsa Pós-Graduação. Nesta etapa, os dados fornecidos na inscrição são comprovados e o candidato garante o benefício.

 

Os documentos devem ser entregues das 8h às 17h, na sede da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), vinculada à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), coordenadora do programa, na avenida Professor Nilton Lins, nº 3.259, Parque das Laranjeiras, zona Centro-Sul.

 

De acordo com o secretário da Semad, Lucas Bandiera, a lista de documentos completa pode ser consultada no edital, no endereço eletrônico portalespi.manaus.am.gov.br. “O candidato contemplado deve fazer presencialmente a adesão da bolsa. É importante ressaltar que os documentos serão recebidos somente nesse prazo, que vai de 21 a 23/5”, destaca.

 

Ainda de acordo com Bandiera, as Instituições de Ensino Superior (IES) parceiras estarão com estandes na sede da Espi/Semad, para orientar os classificados e tirar dúvidas referentes ao processo.

 

Nesta edição, o programa ofertou 144 cursos em diferentes áreas de conhecimento, distribuídos em dez instituições parceiras: Boas Novas, Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam), Estácio, Faculdade Salesiana Dom Bosco (FSDB), Fametro, Fucapi, Instituto Superior de Ensino Leanorte (Isel), Martha Falcão Wyden, Nilton Lins e Santa Teresa.

 

Sobe Catracas

ANDRÉ CARIA, advogado

Foi nomeado para compor a Comissão de Análise dos processos do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/AM, triênio 2019/2021

Desce Catracas

HAMILTON VILLAR, ex-prefeito do Careiro Castanho (AM)

Em menos de um mês, TCE-AM reprovou novamente as contas do ex-prefeito e condenou ele a devolver R$ 3,7 milhões