DeAmazônia

MENU
Atualizado em 16/05/2019

Aldeia indígena de Benjamin Constant (AM) vai receber espetáculo Ópera Mirim

Apresentação, na comunidade de Filadélfia, faz parte do Festival Amazonas de Ópera (FAO)

Aldeia indígena de Benjamin Constant (AM) vai receber espetáculo Ópera Mirim    Aldeia indígena de Filadélfia em Benjamin Constant (AM) vai receber espetáculo Ópera Mirim (Foto: Divulgação)

DEAMAZÔNIA BENJAMIN CONSTANT, AM - O Governo do Amazonas em parceria com a Prefeitura de Benjamin Constant, distante há 1.120 km de Manaus, realizam neste sábado (18/5), na comunidade indígena de Filadélfia, o espetáculo o "Ópera Mirim", que apresenta "L'enfant et les Sortilèges" ("O Menino e os Sortilégios"), de Maurice Ravel, em teatro de marionetes, feito pelos artistas do Pequeno Teatro do Mundo.

 

O local de apresentação vai ser na escola municipal da Comunidade de Filadélfia a partir das 18 horas. A entrada é gratuita.

 

A apresentação faz parte do Festival Amazonas de Ópera (FAO) que teve inicio em abril no Teatro Amazonas em Manaus. No interior do estado, somente Santa Isabel do Rio Negro e Benjamin Constant vão receber a atividade cultural. Um grupo de teatro chega na cidade no dia 17 de maio.

 

"O 'Ópera Mirim' segue uma das diretrizes da SEC, que visa a promoção e o fomento de ações que permitam maior acesso do cidadão à cultura, em um processo de descentralização que atinge os municípios e que também chega a espaços como os hospitais, onde a atividade cultural proporciona momentos de entretenimento para quem passa por situações difíceis", informou o Secretário de Cultura do Amazonas, Marcos Apolo Muniz.

 

O Secretário Executivo de Turismo, Marcello Bhacana, esteve representando o prefeito David Bemerguy na SEC e falou da importância do evento, inédito para a mesorregião do Alto Solimões; “A realização do espetáculo é importante para nos firmarmos dentro do cenário cultural e turístico do Estado e ressaltar ainda mais nosso titulo de “Capital Cultural do Alto Solimões”.

 

Marcello, agradeceu a parceria da Secretaria de Cultura do Amazonas (SEC) e o apoio do professor, músico e poeta Benjaminense, Celdo Braga. 

Sobe Catracas

UÁLAME MACHADO, secretário de Segurança Pública do Pará

Polícia desvendou em cinco dias chacina ocorrida em Belém, no domingo (19), que resultou na morte de 11 pessoas

Desce Catracas

AFRÂNIO PEREIRA JUNIOR, major da PM aposentado

Secretário de Articulação Política do prefeito de Manacapuru, Beto D'Ângelo, agrediu com socos e chutes, moradores que protestavam por ruas esburacadas