DeAmazônia

MENU
Atualizado em 15/05/2019

PF cumpre 12 mandados de prisão por tráfico internacional de drogas no AM

Organização criminosa no Amazonas tinha ramificações na Colômbia e Peru

PF cumpre 12 mandados de prisão por tráfico internacional de drogas no AM Em maio de 2018, no decorrer da investigação criminal foram presos em flagrante delito cinco colombianos e dois brasileiros

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A Polícia Federal cumpriu na manhã desta quarta-feira(15/05) 10 mandados de prisão preventiva, dois mandados de prisão temporária, quatro mandados de busca e apreensão em Manaus e na Região do Alto Solimões.

 

A operação denominada “Arcanjo’ teve como objetivo desarticular uma organização criminosa transnacional, voltada para o tráfico internacional de drogas e a lavagem de dinheiro no Estado do Amazonas, com ramificações na Colômbia e Peru.

 

Os presos tiveram ainda bens e imóveis bloqueados pela Justiça Federal, que foram adquiridos com os recursos obtidos a partir do tráfico internacional de drogas. Os nomes dos acusados não foram divulgados pela PF.   

 

Após exausta investigação a Polícia Federal identificou os responsáveis pela droga e o modos operandi como recebiam e repassavam a droga no Amazonas.

 

De acordo com os agentes federais quadrilha adquiria a droga diretamente com o fornecedor, na Colômbia, e a introduzia no território brasileiro com o uso de embarcações que a transportava os entorpecentes pela calha do Rio Solimões, até a cidade de Manaus/AM.

 

Em maio de 2018, no decorrer da investigação criminal foram presos em flagrante delito cinco colombianos e dois brasileiros, oportunidade em que foram apreendidos aproximadamente 567 Kg de maconha e 64 Kg de cocaína.

 

Os envolvidos responderão pelos crimes de organização criminosa, tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro.

 

Sobe Catracas

RENATO GOMES, músico

Vigia de escola municipal criou banda musical em Juruti (PA) e projeto foi selecionado para o programa Criança Esperança da TV Globo

Desce Catracas

WLADMIR COSTA, ex-deputado federal

MPF pede cancelamento da concessão de rádio, ligada à ele, acusada de promover o ex-deputado com transmissão irregular de comícios