DeAmazônia

MENU
Atualizado em 09/05/2019

'Operação Nero' prende traficantes acusados de homicídio, em Manaus

'Operação Nero' foi deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta quinta (9)

'Operação Nero' prende traficantes acusados de homicídio, em Manaus Secretário de segurança do AM, coronel Louismar Bonates acompanhou a operação, Foto: divulgação

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), deflagrou nesta quinta-feira (09/05) a “Operação Nero” para prender traficantes suspeitos de homicídios em Manaus. Com apoio da Polícia Militar, estão sendo cumpridos mandados de prisão, busca e apreensão em um bairro da zona leste da cidade e em outro da zona norte.

 

O secretário de segurança, coronel Louismar Bonates, acompanha o andamento dos trabalhos ao lado do delegado-geral adjunto, Orlando Amaral; do delegado titular da DEHS, Paulo Martins; e do comandante de Policiamento Especializado da PM, coronel Bruno Azevedo. Mais de 150 policiais civis e militares estão envolvidos na ação e começaram a cumprir os mandados nas primeiras horas da manhã de hoje.

 

“Essa é uma operação visando o combate aos homicídios e tráfico de drogas. Já temos presos e armas apreendidas. Manaus e o Amazonas não precisam de intervenção na segurança. A polícia tem dado resposta à sociedade. Quero parabenizar nossas policias que estão desde a madrugada desenvolvendo um excelente trabalho”, disse coronel Bonates.

 

Os trabalhos têm coordenação operacional do delegado Paulo Martins. A Receita Federal integra a operação com um agente e o cão farejador Odin. Os mandados de prisão, busca e apreensão são relacionados aos crimes de homicídio praticados por traficantes residentes nos bairros da zona norte e leste, inclusive em uma invasão. Um dos mandados será cumprido em uma unidade prisional.

 

Sobe Catracas

DODÓ CARVALHO, empresário

Assumiu a presidência do Diretório Municipal do PSC, partido do governador Wilson Lima, em Parintins

Desce Catracas

GLÊNIO SEIXAS, prefeito de Barreirinha

Prefeito estocou e não entregou ajuda humanitária, enviada pelo Governo, às famílias atingidas pela enchente dos rios, no município