DeAmazônia

MENU
Atualizado em 08/05/2019

Motoristas da Uber fazem paralisação por 24 horas nesta quarta (8)

Pelo menos oito estados brasileiros aderiram a greve; nas cidades onde os trabalhadores não paralisaram, tarifas devem estar mais caras até esta quinta (9)

Motoristas da Uber fazem paralisação por 24 horas nesta quarta (8) O objetivo das paralisações é mostrar o descontentamento dos motoristas em relação a abertura de capital da empresa. (Foto: Reprodução)

Com informações do Jornal O DIA
Motoristas da Uber decidiram aderir à greve em protesto contra a empresa. Condutores de países como Estados Unidos, Inglaterra, Escócia, Irlanda e outros iniciaram o movimento devido a abertura de capital do aplicativo na Bolsa de Valores, que deverá ocorrer nesta sexta-feira (10/5). No Brasil, as associações e condutores sugeriram que todos desliguem o aplicativo a partir das 0h de terça-feira até as 23h59 desta quarta-feira.
 
 
 
O objetivo das paralisações é mostrar o descontentamento dos motoristas em relação a abertura de capital da empresa. Nesta ação, poucos funcionários vão aumentar o faturamento, enquanto os motoristas são pouco reconhecidos pela empresa.
 
 
 
No Brasil, os condutores querem que a tarifa básica suba para R$ 8, que o valor do quilômetro percorrido seja reajustado e a taxa cobrada pela empresa em cada corrida diminua para cerca de 20%.
 
 
Alguns estados brasileiros, como São Paulo, Rio de Janeiro, Minais Gerais, Rio Grande do Sul, Tocantins, Pernambuco, Espírito Santo e Bahia aderiram à paralisação. Um ato de motoristas deve acontecer na manhã desta quarta-feira, no Vale do Anhangabaú, em São Paulo.
 
 
 
De acordo com matéria do jornal O Dia, o aplicativo aparenta funcionar normalmente nesta manhã. No entanto, um aviso que diz "os motoristas estão muito ocupados neste momento" é mostrado na tela do aparelho ao solicitar uma viagem. Alguns passageiros pelo Brasil afirmaram que a tarifa está funcionando como dinâmica, o que encarece a corrida.
 
 
Até o momento, a Uber brasileira não se pronunciou sobre a paralisação. 
 
 

Sobe Catracas

PASTORA LEAL, presidente do TRT/8ª Região

Desembargadora foi homenageada na sede do TST, em Brasília, com medalha da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho

Desce Catracas

JARDEL VASCONCELOS, prefeito de Monte Alegre (PA)

Conselho de Ética e Transparência Administrativa Municipal (Copetramma) protocolou pedido de cassação dele na Câmara por suposta fraude em licitação