DeAmazônia

MENU
Atualizado em 05/05/2019

MP investiga compra de votos na eleição da Câmara de Nhamundá

Nenê Machado e o primo dele Arthur Paulain, eleito presidente, são investigados

MP investiga compra de votos na eleição da Câmara de Nhamundá Prefeito Nenê Machado e o vereador Arthur Paulain (Foto: Reprodução)

DEAMAZÔNIA NHAMUNDÁ, AM - O Ministério Público do Amazonas (MP/AM) abriu inquérito para investigar a eleição da Câmara Municipal de Nhamundá (a 375 quilômetros de Manaus) que conduziu a presidência da Casa, o vereador Arthur Paulain Gomes, primeiro do prefeito da cidade Nenê Machado (PROS). Arthur teria sido eleito com a compra de voto de vereadores.

 

O inquérito instaurado investiga o presidente da Câmara e o prefeito Nenê Machado. Teria partido do prefeito o oferecimento de vantagem financeira e um cargo comissionado ao vereador Senildo Bitencourt, o Nildão, em troca de voto para Artur se eleger presidente.

 

O MP tem como base um suposto áudio atribuído a Nenê Machado que desvela uma conversa entre o prefeito e o vereador Nildão.

 

“Vinte e cinco mil. Eu emprego tua mulher, três mil por mês. Aí tu faz as contas. Agora, uma coisa eu vou falar para ti: não fale para ninguém porque eu tô com um cara mais caro pra mim é tu. Aí vou te falar uma coisa: faz tua matemática, Nildão. Matemática um mais um é dois. Ela vai ganhar 72 mil mais 25. Vai pra, simplesmente, quase 100 paus no teu voto. Aí tu me diz se vale a pena, se não vale ter um cara… tu tem tuas broncas de campanha de comunidade para resolver, que eu sempre te ajudei, pô”, afirma o prefeito.

 

Artur Paulain foi eleito presidente do Poder Legislativo Municipal no dia 11 de dezembro de 2018.  

 

Também deverão ser intimados para depor no MP, em Nhamundá, os vereadores Edson Ribeiro, Ivan Paulain, Rodrigo Rodrigues e José Luis. O Ministério Público pede também que a Prefeitura remeta ao órgão a cópia de nomeação de Idaneide Gomes, folha de frequência e contra-cheque.

 

O MP solicitou a Câmara cópia da ata da sessão da eleição da mesa diretora e enviou ofício à Procuradoria Geral de Justiça denúncia contra o prefeito Nenê Machado.

 

O Ministério Público poderá pedir ainda a anulação da eleição da Câmara.

Sobe Catracas

ARTHUR NETO, prefeito de Manaus

Prefeitura é a segunda do país em investimentos com recursos próprios 

Desce Catracas

JENDER LOBATO, presidente do boi Caprichoso

Agremiação que propaga defesa da floresta e dos povos indígenas é omissa contra ataques do Governo Federal à Amazônia