DeAmazônia

MENU
Atualizado em 30/04/2019

UFAM lança processo seletivo com 17 vagas para professor substituto

Vagas para Manaus, Itacoatiara e Humaitá; confira o edital

UFAM lança processo seletivo com 17 vagas para professor substituto Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Foto: Reprodução

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) divulga a abertura do edital de Processo Seletivo Simplificado para a contratação, em caráter temporário, de 17 professores substitutos (Edital 39, de 26 de abril de 2019) para atender demandas de Unidades Acadêmicas da capital e do interior.

 

Unidades Acadêmicas contempladas

Na capital, a Faculdade de Letras (FLET), a Faculdade de Medicina (FM), a Faculdade de Tecnologia (FT) e o Instituto de Ciências Biológicas (ICB) são as Unidades Acadêmicas contempladas pelo Processo Seletivo. Fora da sede, o Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia de Itacoatiara (ICET) e o Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente de Humaitá (IEAA) são as Unidades Acadêmicas contempladas pelo Edital.

 

Inscrições

 As inscrições para o Processo seletivo deverão ser realizadas somente pela internet no endereço eletrônico da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), no campo "Desenvolvimento de Pessoas", "Concursos e Seleções", "Processos Seletivos”, em área destinada a este edital.

 

O valor da inscrição no processo seletivo simplificado varia de R$ 90,00 a R$ 180,00, de acordo com a titulação exigida para a área de conhecimento a que o candidato pretende concorrer e a respectiva carga horária de trabalho.

 

A previsão é que a aplicação da Prova Didática seja realizada no dia 17/05/2019, podendo esta data ser alterada no interesse da Unidade. Para mais informações, acesse o Edital completo.

Sobe Catracas

SUSAN MONTEVERDE, jornalista

Parintinense vai representar o Brasil no Seminário Global de Salzburg (SGS), na Áustria, nos diálogos das áreas de Cultura, Artes e Sociedade.

Desce Catracas

CHICO ALFAIA, prefeito de Óbidos (PA)

MPF vai investigar prefeito por suposto desvio de recursos federais, repassados ao município pelo Ministério da Integração Nacional