DeAmazônia

MENU
Atualizado em 16/04/2019

Bancada reúne com Onyx e tenta evitar demissão de 25 mil na ZFM

Além do Polo de Refrigerantes, nova medida do Governo ameça Polo de componentes eletrônicos e bens finais; VÍDEOS; ENTREVISTAS

Bancada reúne com Onyx e tenta evitar demissão de 25 mil na ZFM Onyx Lorenzoni reuniu com bancada amazonense

POR JONAS SANTOS

DEAMAZÔNIA BRASÍLIA Como se não bastasse a redução da alíquota do IPI, (Imposto Sobre Produtos Industrializados) do Polo de Concentrados de Refrigerantes de 20% para 4%, no final do governo do presidente Michel Temer, em 2018, o Amazonas sofreu um novo duro golpe, agora do Governo Bolsonaro, no dia 09 de abril passado, com a alteração do PPB ( Processo Produtivo Básico) que atinge a produção de componente eletrônicos e de bens finais e que ameaça a competitividade das empresas da Zona Franca de Manaus. 

 

Ou seja, a batalha da bancada amazonense no Congresso, para manter o Polo Industrial de Manaus em pé, só dobrou. 

 

Nesta terça-feira (16/04), a bancada amazonense reuniu com o ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM). O encontro encerrou com uma nova pauta e com prazo para que o governo do Amazonas, a Suframa e representantes das industriais apresentem critérios de pontuação do PPB (Processo Produtivo Básico) para uma nova rodada de negociações com a equipe de Paulo Guedes.

 

O governo alterou o PPB, na semana passada [ num arranjo], buscando justificar que seguiu recomendações da Organização Mundial do Comércio (OMC) quanto à Lei de Informática (Lei nº 8.248, de 23 de outubro de 1991).

 

 “Marcamos já para próxima semana trazer as primeiras respostas e na sequência devemos até o final deste mês já ter uma série de soluções para os problemas aqui apresentados. É importante que tenha muita atenção. Os compromissos que o governo Bolsonaro assumir serão cumpridos”, afirmou o ministro Lorenzoni.

 

O senador Omar Aziz (PSD), líder da bancada, avalia que a perda desse ‘critério de pontuação’, do PPB, que diz respeito a produção dos bens finais e componentes eletrônicos, representará a demissão de 25 mil operários da Zona Franca de Manaus. O Amazonas já enfrentava um problemão com o risco de fechamento das fábricas de refrigerantes, por causa da redução da alíquota do IPI, e agora mais essa.

 

“A semana que vem será entregue pelo governo do Estado, Suframa e pelos empresários, tanto de componentes tantos  os que produzem bens finais para que apresentem uma proposta que iremos defender no Ministério da Economia”, afirmou o senador Omar.

 

BR 319

Um dos pontos que mais avançou na reunião foi ainda sobre a elaboração de uma medida provisória para obteção de forma mais ágil do licenciamento ambiental para asfaltamento da BR-319 (Manaus -Porto Velho).

Sobe Catracas

RENATO GOMES, músico

Vigia de escola municipal criou banda musical em Juruti (PA) e projeto foi selecionado para o programa Criança Esperança da TV Globo

Desce Catracas

WLADMIR COSTA, ex-deputado federal

MPF pede cancelamento da concessão de rádio, ligada à ele, acusada de promover o ex-deputado com transmissão irregular de comícios