DeAmazônia

MENU
Atualizado em 15/04/2019

Kaysar ganha homenagem no 'Domingão do Faustão' e se emociona ao falar de história

Kaysar recebeu elogios de familiares, amigos e dos atores Rodrigo Lombardi e Bruno Cabrerizo

Kaysar ganha homenagem no 'Domingão do Faustão' e se emociona ao falar de história Kaysar está no elenco de 'Órfãos da Terra'. Foto: reprodução/TV GLOBO

Por GSHOW

 

A história de Kaysar Dadour parece mesmo ter saída de um conto. Primeiro, ele deixou seu país natal, a Síria, e em 2014 chegou ao Brasil em busca de um lugar ao sol. Por aqui, foi vice-campeão do BBB18 e com o prêmio realizou o sonho de trazer sua família também. E, agora, conquistou o que incontáveis artistas desejam: estrear numa novela da Rede Globo.

 

Desde que foi anunciado seu primeiro personagem em Órfãos da Terra, o mau-caráter Fauze, Kaysar não sai da boca do povo. Pelo sucesso estrondoso junto ao público, o carismático ator esteve no palco deste Domingão do Faustão, 14/4, no quadro "Quem É”, para contar um pouco de sua trajetória.

 
Faustão relembra história do sírio no palco do 'Domingão' — Foto: Reprodução/TV GloboFaustão relembra história do sírio no palco do 'Domingão' — Foto: Reprodução/TV Globo

 

"Até agora não caiu minha ficha", afirmou Kaysar em bate-papo com o Faustão.

 

"Minha família sempre me ensinou a ser feliz. Sorriso no rosto e vai. E eu fui mesmo! Mas apanhei muito na vida".

 

Céline Dadour, irmã do sírio, agradeceu por estarem unidos novamente, após passarem anos distante uns dos outros.

 

"Quando fui para o Líbano, o Kaysar estava na Ucrânia e meus pais na Síria. Foi muito difícil ficarmos separados, sempre tínhamos que nos falar para ter certeza de que estava tudo bem. E eu agradeço a Deus por termos nos reencontrado aqui no Brasil', destacou Céline.

 

Seus pais, George e Diane, conseguiram falar algumas palavras em português durante depoimento emocionado sobre os tempos difíceis que enfrentaram.

 

"Chegamos a um ponto em que não tinha pão, comida, verdura, fruta, nada. Teve um tempo que nos isolaram. Kaysar está feliz aqui. Ele ama muito o Brasil, o povo daqui! Boa sorte! Estamos muito orgulhosos. Amamos muito você", declararam com sotaque bastante carregado.

 

Nassib Abage, tio, primo e “patrón” de Kaysar foi quem abrigou o sírio assim que ele chegou ao país. E foi às lágrimas relembrando a fase em que o ator juntava todo dinheiro que recebia pelo trabalho em sua loja.

 

"Minha preocupação quando o Kaysar chegou era que ele tivesse algum vício. Deixei trabalhando na loja. Ele assumiu a responsabilidade de secretário, balconista, todos os setores. Em todas as ocasiões (comemorativas) eu não comprava presentes para ele, dava dinheiro. E ele guardava tudo. Nunca esqueço", disse com a voz embargada.

 

Rodrigo Lombardi, que filmou a versão para os cinemas de Carcereiroscom Kaysar, e Bruno Cabrerizo, que divide a cena com ele em Órfãos da Terra, também participaram do quadro e incentivaram o sírio nessa jornada artística.

Sobe Catracas

ALGACIR ANTÔNIO POLSIN, general do Exército

Assumiu o posto de chefe do Estado Maior do Comando Militar da Amazônia (CMA)

Desce Catracas

PATRÍCIA HAGE, ex-prefeita de Prainha (PA)

Justiça Federal condenou ela por improbidade administrativa, acusada de suposto envolvimento em esquema de desvio de verbas da Saúde