DeAmazônia

MENU
Atualizado em 10/04/2019

TRE/MT cassa mandato de senadora do PSL por caixa 2 e determina nova eleição

Juíza aposentada Selma Arruda não apresentou despesas de R$ 1,5 milhão

TRE/MT cassa mandato de senadora do PSL por caixa 2 e determina nova eleição Selma Arruda ( Agencia Senado)

 DEAMAZÔNIA MANAUS, AM – Três meses após tomar posse, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Mato Grosso cassou o mandato da senadora Selma Arruda (PSL) e do suplente da vaga Gilberto Possamai (PSL), pela suposta omissão  de R$ 1,5 milhão de despesas na prestação de contas da campanha na eleição de 2018.

 

Para o TRE do Maranhão ficou configurado uso do Caixa Dois e abuso do poder econômico. Selma e Possamai também ficam inelegíveis.  O Colegiado mandou realizar nova eleição para escolher o senador para a vaga.   

 

Selma Arruda é juíza aposentada. Ela atuou por 22 anos na magistratura do Tribunal de Justiça do Maranhão. A juiza ficou conhecida como ''Moro de saias".

 

Em nota, a senadora informou que vai recorrer da decisão e vai provar sua boa-fé para que seja respeitada a votação dos eleitores.  "Estou tranquila com a decisão proferida nesta quarta-feira pelo Tribunal Regional Eleitoral. A tranquilidade que tenho é com a consciência dos meus atos, a retidão que tive em toda a minha vida e que não seria diferente na minha campanha e trajetória política. Respeito a Justiça e, exatamente por esse motivo, vou recorrer às instâncias superiores, para provar a minha boa fé e garantir que os 678.542 votos que recebi da população mato-grossense sejam respeitados", disse a senadora. 

 

 

Sobe Catracas

ROSSY AMOÊDO, artista parintinense

Artista assina obra que está transformando Boa Vista, Roraima, em cidade temática com esculturas amazônicas e representação infantil 

Desce Catracas

CLAYTON DA NANÔ, presidente da Câmara de Jacundá (PA)

MPPA recomendou que o presidente pare de conceder pagamento indevido de diárias a vereadores do município