DeAmazônia

MENU
Atualizado em 23/03/2019

Eduardo Bolsonaro critica tese de mestrado de aluna da UFAM e professor rebate

Em seu twitter, o deputado escreveu: “Não sei se dou risada ou se choro”, sobre a pesquisa que trata de “discurso de ódio” do pai, Jair Bolsonaro

Eduardo Bolsonaro critica tese de mestrado de aluna da UFAM e professor rebate Tese de mestrado em Letras da UFAM (Foto: Reprodução/Twitter)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), criticou em seu Twiiter uma imagem que circula na internet, sobre uma tese de mestrado de uma aluna do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), campus Manaus, que analisa o “discurso de ódio” do pai do deputado, o presidente da república Jair Bolsonaro (PSL).

 

A pesquisa intitulada "Bolsonarização da esfera pública: Uma análise foulcaultiana sobre a (re) produção de memes a partir dos discursos de ódio nas falas de Bolsonaro" é orientada pelo professor doutor Leonard Christy Souza Costa.

 

Em sua rede social, Eduardo escreveu: "Alguém me diga que isso é mentira... Não sei se dou risada ou se choro".

 

O orientador rebateu a fala do deputado em sua página do Facebook: "Por que tanta repercussão? Porque o trabalho lembra as fake news do Presidente Bolsonaro. A técnica não é difícil. Coletam-se posts onde o discurso de ódio está presente, assim como fake news também. Após fazer isso, se busca explicação analítica dentro do pensamento de Foucault. É uma pesquisa no âmbito da Análise do Discurso", afirmou. 

 

A foto de capa do facebook do professor Leonard Costa, possui um rodapé com a frase: "#EleNão. Brasil Contra Bolsonaro".

 

UNIVERSIDADES FEDERAIS DO AMAZONAS

O presidente da República, Jair Bolsonaro, pediu a retirada do Projeto de Lei nº 11279/19 da Câmara do Deputados, que cria a Universidade Federal do Médio e Baixo Amazonas, a Universidade Federal do Médio e Alto Solimões e institutos federai de educação na região, no dia 18 de março.

 

A Universidade Federal do Médio e Baixo Amazonas iria abranger os municípios de Parintins e Itacoatiara, onde já têm campus da Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

 

Já a Universidade Federal do Médio e Alto Solimões abrangeria outros dois campi da UFAM: em Benjamin Constant e em Coari.

 

Bolsonaro cortou ainda 13,7 mil cargos funções e gratificações de Universidades Federais do país.

Sobe Catracas

CAROL ALVES, fisiculturista

Atleta amazonense conquistou 4º lugar no Campeonato Internacional de Fisiculturismo Toronto Pro Show, no Canadá

Desce Catracas

NIVALDO AQUINO, presidente da Câmara de Óbidos (PA)

Ele e outro vereador foram denunciados no MPPA por serem os mandantes de perfuração de poços clandestinos, sem licença ambiental