DeAmazônia

MENU
Atualizado em 13/03/2019

Projeto quer atendimento de policiais femininas para mulheres vítimas de violência

O autor do projeto, deputado estadual Fausto Jr. (PV); o objetivo é oferecer atendimento especializado e mais humanizado

Projeto quer atendimento de policiais femininas para mulheres vítimas de violência Para resolver o problema, o projeto de lei obriga a polícia militar do Amazonas a oferecer atendimento por policiais mulheres nas delegacias (Fotos: Assessoria gabinete/dep. Fausto Jr)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - As mulheres vítimas de violência sexual, física ou psicológica podem ganhar, em breve, o direito de serem atendidas por policiais do sexo feminino em qualquer delegacia do Estado do Amazonas.

 

O objetivo é oferecer atendimento especializado e mais humanizado, que facilite às mulheres denunciar seus agressores. O projeto de lei que garante esse tipo de atendimento foi apresentado nesta quarta-feira (13/03), na Assembleia Legislativa do Amazonas.



De acordo com o autor do projeto, deputado estadual Fausto Jr. (PV), muitas mulheres sentem-se constrangidas em fazer denúncias para policiais homens. “As mulheres vítimas de violência não ficam à vontade para conversar com policiais do sexo masculino. Elas dizem que muitas vezes o atendimento é insensível e desumano”, explicou Fausto Jr.



Para resolver o problema, o projeto de lei obriga a polícia militar do Amazonas a oferecer atendimento por policiais mulheres nas delegacias, em plantão de 24 horas.



“Vale ressaltar que nossa proposta não gera despesas à policia, uma vez que é possível oferecer o atendimento feminino apenas com uma simples reorganização administrativa”, acrescentou o deputado.



Com a aprovação do projeto, as mulheres terão à disposição mais espaços para denunciar agressões, ampliando os atendimentos já feitos pela delegacia especializada em Crimes Contra as Mulheres. “Queremos ampliar essa rede de atendimento para o interior, onde não existem delegacias da mulher”, completou o deputado.

Sobe Catracas

MARIA INEZ PEREIRA, professora da rede estadual do AM

Artigo dela sobre Fake News, em parceria com outra professora, foi publicado em revista da Universidade do Rio de Janeiro (UERJ)

Desce Catracas

NATHAN MACENA, prefeito do Careiro Castanho

MPF notificou a Prefeitura por falta de aparelhos de comunicação em escolas e UBSs do município