DeAmazônia

MENU
Atualizado em 13/03/2019

Prefeito de Manaus preside aula magna de Residência em Medicina

Os residentes agora estão inseridos em equipes da Estratégia Saúde da Família;

Prefeito de Manaus preside aula magna de Residência em Medicina Prefeito Arthur Neto preside aula magna da 8ª turma de Residência em Medicina de Família e Comunidade (Fotos: Mário Oliveira / Semcom)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, presidiu nesta terça-feira (12/03), a aula magna da 8ª turma do Programa de Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A cerimônia aconteceu no auditório Isabel Victoria do Carmo Ribeiro, na sede Prefeitura de Manaus, zona Oeste e reuniu os dez novos alunos do curso, além de residentes já inseridos no programa anteriormente.

 

Durante o seu pronunciamento o prefeito destacou o empenho da prefeitura em aumentar a cobertura básica de saúde e enfatizou também o reforço que está representando a criação da Escola de Saúde Pública (Esap), para o município de Manaus.

 

“É um objetivo e uma obsessão nós sairmos desse governo, em 2020, apresentando um percentual bastante alto de cobertura de assistência primária. Isso para mim seria uma vitória”, disse o prefeito.

 

O Programa de Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade da Semsa foi criado em 2012, credenciado para oferta de 12 vagas por ano, na modalidade de treinamento em serviço, propiciando ao residente a vivência prática do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

De acordo com o secretário da Semsa, Marcelo Magaldi, com a criação pelo prefeito Arthur Virgílio Neto da Esap e do Programa Mais Saúde Manaus (Promais), em 2018, houve o fortalecimento desta Residência, possibilitando maior incentivo aos participantes com a oferta de bolsa de estudo complementar no valor de R$ 4.800,00, além da qualificação e ampliação da preceptoria e dos R$ 3.200 disponibilizados anteriormente pelo programa.

 

“Essa oitava turma de residência será a primeira a ter bolsas complementares da Escola de Saúde Pública. Esse programa é importante porque faz com que os participantes se apaixonem pela medicina de família e comunidade. Com isso nossas Unidades Básicas de Saúde se tornam campos de estudo e de prática onde eles fazem sua residência e ao mesmo tempo atendem a população”, explicou o secretário.

 

A aula magna, que teve como tema “Medicina de Família e Comunidade – Um médico para a vida toda”, foi ministrada pelo médico Mauro Magaldi, Médico de Família e Comunidade, titulado pela Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, coordenador da Comissão de Residência Médica da Semsa.

 

Os residentes agora estão inseridos em equipes da Estratégia Saúde da Família durante dois anos para o desenvolvimento de atividades práticas, com acompanhamento dos preceptores, visando o fortalecimento da integração ensino-serviço-comunidade. O profissional preceptor tem o papel de acompanhar o desempenho individual dos residentes, subsidiando na construção de competências profissionais para atuação no âmbito da Atenção Primária à Saúde.

 

Além da oitava turma, com dez novos residentes, haverá a continuidade, do segundo ano, de outros sete residentes, totalizando 17 residentes médicos imersos no serviço da Secretaria Municipal de Saúde. Desde que foi criado, o Programa já formou 20 profissionais que receberam o título de especialistas na área de Medicina de Família e Comunidade.

 

A contribuição destes residentes nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) impacta na qualificação do serviço prestado e fortalecimento da Atenção Primária à Saúde no município de Manaus.

Sobe Catracas

UÁLAME MACHADO, secretário de Segurança Pública do Pará

Polícia desvendou em cinco dias chacina ocorrida em Belém, no domingo (19), que resultou na morte de 11 pessoas

Desce Catracas

AFRÂNIO PEREIRA JUNIOR, major da PM aposentado

Secretário de Articulação Política do prefeito de Manacapuru, Beto D'Ângelo, agrediu com socos e chutes, moradores que protestavam por ruas esburacadas