DeAmazônia

MENU
Atualizado em 13/03/2019

Inscrições para Prêmios Literários Cidade de Manaus seguem até abril

Concurso objetiva premiar, anualmente, obras inéditas, em língua portuguesa, de autores brasileiros.

Inscrições para Prêmios Literários Cidade de Manaus seguem até abril Resultado do concurso deve ser divulgado em julho. Foto: divulgação

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM  - As inscrições para a 8ª edição dos Prêmios Literários Cidade de Manaus, lançado pelo Conselho Municipal de Cultura (Concultura), estão abertas e poderão ser realizadas até 30 de abril deste ano. O concurso objetiva premiar, anualmente, obras inéditas, em língua portuguesa, de autores brasileiros.

 

Para participar, o candidato deverá preencher uma ficha de inscrição, que poderá ser obtida na sede do conselho, situada na Av. André Araújo, 2767, Aleixo (térreo do prédio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos – Manauscult), ou ainda, pelo site do Concultura.

 

Segundo o presidente do Concultura, o escritor Márcio Souza, o edital abre espaço para obras de diferentes gêneros, como novela, conto, romance, poesias, crônicas, além de textos teatrais, jornalismo literário, entre outros, e gera grande concorrência entre os inscritos, o que motiva a continuar a lançar novos editais do concurso.

 

“A última edição teve uma concorrência extraordinária de todas as partes do Brasil, com alto nível e qualidade, o que nos animou bastante e nos motivou a lançar este novo edital”, destacou Márcio.

 

De acordo com a Portaria N°47/2018, publicada no Diário Oficial do Município (DOM), no dia 23 de outubro de 2018, o período de análise das obras pela comissão julgadora será de 20 de maio a 19 de julho deste ano. O resultado deverá ser divulgado no dia 31 de julho de 2019.

 

As informações detalhadas sobre a Lei N° 1.787, de 8 de novembro de 2013, com o regulamento completo dos Prêmios Literários Cidade de Manaus, está disponível aqui.

 

Categorias

Prêmios Nacionais

I – Prêmio Álvaro Maia, destinado ao melhor romance ou novela
II – Prêmio Arthur Engrácio, destinado ao melhor livro de contos
III – Prêmio Violeta Branca Menescal, destinado ao melhor livro de poesia
IV – Prêmio Péricles Moraes, destinado ao melhor livro de crônicas
V – Prêmio Aldemar Bonates, destinado ao melhor texto teatral para adultos
VI – Prêmio Álvaro Braga, destinado ao melhor texto de teatro infantil
VII – Prêmio Samuel Benchimol, destinado ao melhor livro de ensaio socioeconômico
VIII – Prêmio Mário Ypiranga Monteiro, destinado ao melhor ensaio sobre tradições populares (folclore)
IX – Prêmio Arthur Reis, destinado ao melhor ensaio histórico
X – Prêmio Luiz Ruas, destinado ao melhor ensaio sobre literatura (Letras)
XI – Prêmio Cosme Alves Neto, destinado ao melhor ensaio sobre cinema
XII – Prêmio Áureo Nonato, destinado ao melhor livro de memória
XIII – Prêmio Clóvis Barbosa, destinado ao melhor texto de jornalismo literário
XIV – Prêmio Alfredo Fernandes, destinado ao melhor texto de literatura infantil

 

Prêmios Regionais

I – Prêmio Álvaro Maia, destinado ao melhor romance ou novela
II – Prêmio Arthur Engrácio, destinado ao melhor livro de contos
III – Prêmio Violeta Branca Menescal, destinado ao melhor livro de poesia
IV – Prêmio Mário Ypiranga Monteiro, destinado ao melhor ensaio sobre tradições populares (folclore)
V – Prêmio Áureo Nonato, destinado ao melhor livro de memória
VI – Prêmio Alfredo Fernandes para literatura infantil

Sobe Catracas

UÁLAME MACHADO, secretário de Segurança Pública do Pará

Polícia desvendou em cinco dias chacina ocorrida em Belém, no domingo (19), que resultou na morte de 11 pessoas

Desce Catracas

AFRÂNIO PEREIRA JUNIOR, major da PM aposentado

Secretário de Articulação Política do prefeito de Manacapuru, Beto D'Ângelo, agrediu com socos e chutes, moradores que protestavam por ruas esburacadas