DeAmazônia

MENU
Atualizado em 13/03/2019

Paula será intimada a depor por falas racistas após deixar BBB19

Participante também está sendo acusada pelo crime de intolerância religiosa

Paula será intimada a depor por falas racistas após deixar BBB19 Paula vem se evolvendo em várias polêmicas, após falas racistas e preconceituosas. Foto: reprodução

Paula von Sperling não escapará da Justiça após dar declarações polêmicas no “BBB 19”, da Globo. A participante do reality show será intimada a prestar esclarecimentos a respeito das acusações de racismo e intolerância religiosa assim que deixar o confinamento.

 

“Ela terá que depor assim que sair do programa. Acordei com a emissora que, na medida em que forem saindo, ela e Rodrigo (vítima) devem ser intimados”, declarou o delegado Gilbert Stivanello, do Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância), ao jornal “Extra”.

 

Adriana von Sperling, mãe da mineira, saiu em defesa da filha. “Não vi nada de errado que ela tenha falado, que pudesse comprometê-la”, afirmou à publicação.

 

Ao “Uol”, Monica, irmã de Paula, também defendeu a participante.

 

“Ela não é preconceituosa. Nossa família é africana. Nossa avó por parte de mãe é negra. Ela já teve dois namorados negros. Sobre a história da agressão, o que ela quis dizer é que não são só negros e favelados que cometem crimes”.

 

Ao longo dos três meses que já se passaram de confinamento, Paula sugeriu, por exemplo, que piadas sobre “loira burra” são racistas, tentou explicar a Rodrigo e Gabriela o que era humor negro e disse que se surpreendeu ao descobrir que um homem que esfaqueou a mulher era “branquinho”, e não “o maior faveladão”. // CATRACA LIVRE

Sobe Catracas

WILLIAN SARÔA, jogador de futebol

Amazonense meia do Fast, foi convocado para jogar no time Trang FC da Tailândia 

Desce Catracas

IVON RATES, prefeito de Envira/AM

Prefeito recebeu R$ 14 milhões do Estado para asfaltar ruas, não realizou obras e Justiça determinou pavimentação imediata