DeAmazônia

MENU
Atualizado em 12/03/2019

Prefeito de Nhamundá e vice são cassados pela Justiça Eleitoral

Juiz eleitoral acatou denúncia do MPE contra o prefeito Nenê Machado por compra de votos e perseguição a professores

Prefeito de Nhamundá e vice são cassados pela Justiça Eleitoral Prefeito de Nhamundá, Nenê Machado

DEAMAZÔNIA NHAMUNDÁ, AM - O prefeito de Nhamundá, Nenê Machado (PROS) e o vice prefeito Cleudo Mantegão tiveram seus mandatos cassados na semana passada pelo juiz Eleitoral de Nhamundá, Marcelo Cruz de Oliveira, por abuso de poder econômico e captação ilícita de sufrágio na eleição de 2016.

 

O Portal DeAMAZÔNIA obteve informações que a decisão do magistrado deve ser publicada no diário eletrônico da Justiça até sexta feira (15/03). 

 

O juiz atendeu ao pedido do parecer final do promotor de Nhamundá, Weslei Machado.

 

Inúmeras testemunhas relataram a Justiça Eleitoral que o prefeito fez doações de areia, cimento, telha, tijolo em troca de votos.

 

Todo material de construção era entregue aos eleitores pelos aliados do prefeito Jorgildo Farias e Mailson Pimentel. O MPE obteve caderneta com nomes e relação das doações de compra de votos.

 

Durante o período eleitoral Nenê Machado também perseguiu professores e fez remoção deles de uma localidade para outra porque declaravam apoio ao candidato Israel Paulain, adversário do prefeito, que era candidato a reeleição.

 

A decisão da Justiça Eleitoral de Nhamundá ainda cabe recurso. O juiz Marcelo Cruz de Oliveira determina que após o trânsito em julgado seja realizada nova eleição para escolher prefeito e vice.

Sobe Catracas

UÁLAME MACHADO, secretário de Segurança Pública do Pará

Polícia desvendou em cinco dias chacina ocorrida em Belém, no domingo (19), que resultou na morte de 11 pessoas

Desce Catracas

AFRÂNIO PEREIRA JUNIOR, major da PM aposentado

Secretário de Articulação Política do prefeito de Manacapuru, Beto D'Ângelo, agrediu com socos e chutes, moradores que protestavam por ruas esburacadas