Sábado, 06 de junho de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 08/03/2019

Manaus registra o carnaval menos violento dos últimos anos

SSP-AM divulgou balanço da operação carnaval 2019

Manaus registra o carnaval menos violento dos últimos anos Dados foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). Foto: divulgação

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Com emprego diário de efetivo extra de mais de 1,2 mil servidores, a operação dos órgãos do sistema de segurança para o Carnaval 2019 terminou na quarta-feira (06/03) com êxito, em Manaus. Segundo monitoramento da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), os dias de folia foram marcados por redução nos principais indicadores de criminalidade. Estupro (-50%), homicídio (-43,8%), roubos (-27,6%) e furtos (-17,4%) apresentaram queda na comparação com o carnaval do ano passado.

 

“O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança, junto com a população está comemorando a diminuição nos indicadores de violência, graças ao trabalho preventivo na Central Integrada de Fiscalização, bem como ao aumento de efetivo das Polícias Militar e Civil e Detran nas ruas da cidade”, afirmou o secretário da SSP-AM, coronel Louismar Bonates, durante apresentação de um balanço da operação na manhã desta quinta-feira (07/03), no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no  bairro Petrópolis, zona sul.

 

O secretário destacou, ainda, a conscientização da população. “Quero parabenizar a população e todos os blocos que se organizaram e fizeram desse ano um carnaval de paz e de alegria”, disse Bonates.

 

No período de carnaval, as polícias Militar e Civil efetuaram 110 flagrantes, com 244 maiores detidos e 34 menores apreendidos envolvidos em diversos tipos de ocorrências. Houve também a recuperação de 17 veículos com restrição de roubo e furto, a apreensão de mais de 40 quilos de entorpecentes, 20 armas de fogo e mais de 140 munições. Os dados incluem prisões efetuadas entre a sexta-feira (01/03) e a noite de quarta-feira (05/03). Foram realizadas mais de 16,5 mil abordagens a mototáxis, 18 mil a taxis, 1,2 mil a microônibus.

 

Conforme o monitoramento realizado pela SSP-AM, de sexta-feira até a manhã de ontem, a capital registrou nove homicídios, sete casos a menos que no carnaval de 2018, quando ocorreram 16 homicídios no mesmo período. Este ano, foram registrados quatro casos de estupro (-50%), 436 ocorrências de furto (-17,4%) e 388 ocorrências de roubo (-27,6%). É importante frisar que os dados se referem às ocorrências registradas em toda a capital e não só no perímetro das festas.

 

Fiscalização às bandas – A Central Integrada de Fiscalização, que atuou na capital vistoriando se as bandas e blocos estavam cumprindo as regras da portaria conjunta do Carnaval 2019, notificou 22 bandas, interditou 12 e conduziu três organizadores para Distritos Integrados de Polícia por falsificação de autorização. As operações ocorreram de janeiro a março. Nelas os órgãos também autuaram 22 estabelecimentos, como bares, e interditaram três por falta de licenças.

 

Esquema de segurança - O efetivo do Sistema de Segurança contou com aproximadamente 1,7 mil servidores, entre policiais civis, militares, bombeiros e agentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) atuando para garantir a segurança dos foliões em bandas e blocos de rua, além do desfile das escolas de samba de Manaus.

 

A Polícia Militar contou com um reforço de 800 homens, diariamente, além do efetivo que já atua normalmente na cidade. Policiais das Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms) e das tropas especializadas - Cavalaria, Canil, Rocam e Choque – estiveram em campo.

 

“Nosso planejamento fez com que pudéssemos alocar os nossos policiais em vários blocos e bandas, inclusive no Sambódromo, e graças a esse planejamento, coordenação e integração conseguimos ter um carnaval de sucesso, tranquilo, com reduções nos indicadores de criminalidade”, afirmou o comandante-geral da PM, coronel Ayrton Norte.

 

Fiscalização e controle - A Polícia Civil contou com um efetivo de 300 policiais entre delegados, investigadores e escrivães. Durante o desfile das escolas de samba, a infraestrutura de fiscalização e acompanhamento das ações foi reforçada no Sambódromo, com a instalação de uma base do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) no local, que ficou responsável por monitorar e dar o suporte para todas as ações do sistema de Segurança Pública.

 

Além disto, a Delegacia Móvel da Polícia Civil do Amazonas (PCAM) ficou posicionada em frente à Delegacia Geral (DG) para atendimento de ocorrências e Delegacias Especializadas em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI) e em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), que durante o período de carnaval funcionaram 24 horas por dia.

 

As delegacias de Crimes contra a Mulher (DECCM) e Homicídios e Sequestros (DEHS) tiveram reforço de plantão. Também foram Centrais de Flagrante os 1º, 6º, 12º, 14º e 19º Distritos Integrados de Polícia (DIPs), que atendem as ocorrências das zonas sul, norte, centro-sul, leste e oeste, respectivamente.

 

Um posto da Polícia Civil foi montado, a partir da sexta-feira, no quilômetro 42 da BR-174, para dar apoio ao trabalho da Polícia Rodoviária Federal, conforme explicou o delegado-geral, Lázaro Ramos. “O planejamento foi fundamental para o sucesso dessa operação coordenada pela Secretaria de Segurança”, afirmou.

 

Prevenção a incêndios - Para prevenção e combate a incêndios, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) contou com 417 bombeiros - 287 na capital e 130 nos municípios do interior. Destes, 53 bombeiros militares atuaram no Sambódromo, no sábado, durante o desfile das escolas de samba.

 

O comandante-geral do CBMAM, coronel Danízio Valente, destacou a integração das forças de segurança. “O corpo de bombeiros atuou com as vistorias nos blocos e locais onde haveria as brincadeiras de carnaval. A partir da prevenção, conseguimos reduzir bastante o número de ocorrências em relação ao ano passado”, disse.

Sobe Catracas

RODRIGO SEIXAS, produtor musical

Produtor amazonense assinou com gravadora europeia, do artista Lexlay, que em breve será lançada no 'Compilation Barcelona 2020'

Desce Catracas

CHICO 'DOIDO', prefeito de Iranduba (AM)

Justiça ordenou que ele reforme toda rede de iluminação de Iranduba, pois grande parte da cidade está no escuro, mesmo com moradores pagando taxa