DeAmazônia

MENU
Atualizado em 20/02/2019

Médico agride grávida em parto, em Manaus; Susam pede afastamento dele

Armando Andrade Araújo preso na operação Jaleco, em 2015, não teve registro cassado, e continuava atendendo normalmente

Médico agride grávida em parto, em Manaus; Susam pede afastamento dele Armando Andrade Araújo agride mulher em parto

 

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Um vídeo, que mostra o médico identificado por Armando Andrade Araújo, agredindo uma mulher em trabalho de parto, numa maternidade em Manaus viralizou nas redes sociais nesta terça-feira (19). O médico obstetra que acompanhava o parto se nega a fazer o atendimento e a bate com as mãos nas virilhas da paciente. O site No Amazonas é Assim foi que divulgou a matéria.

 

Por meio de Nota, a Seduc informou que as agressões aconteceu em 2018, e que ficou sabendo do ocorrido nesta terça(19), com a divulgação do vídeo. “Não deixa ele chegar perto. Ele já me ‘malinou’ muito”, afirma a vítima durante o parto. Todo o procedimento médico é contém série de irregularidades. 

 

“A Susam não está de acordo com o tipo de conduta praticada pelo médico. Por este motivo,  o vice-governador e secretário de estado de Saúde, Carlos Almeida, irá solicitar à direção do Instituto de Ginecologia e Obstetrícia do Amazonas (Igoam), empresa ao qual o profissional é cooperado, o seu afastamento. E também reiterar pedido de providências ao Conselho Regional de Medicina (CRM)”, diz a Secretaria de Saúde do Amazonas, em Nota.

 

Acusado de participar de uma quadrilha que cobrava dinheiro para fazer partos, laqueadura e outros procedimentos nas unidades públicas da capital amazonense, o médico Armando Andrade Araújo foi afastado das atividades e preso na operação ‘Jaleco’. Armando foi preso junto com outros dois médicos: Denis Almeida e Odilon de Oliveira.

 

Em 2015, a presidência do Conselho Regional de Médicina/AM, então presidida por José Bernardino Sobrinho, divulgou nota de repúdio contra os médicos e prometeu cassar o registro deles. Mas para a surpresa dos pacientes Armando Andrade Araújo continua atendendo normalmente nas unidades públicas do Amazonas.

GRAVAÇÃO FEITA NA MATERNIDADE 

Sobe Catracas

CAROLINE BRAZ, secretária de Direitos Humanos do AM

Pela primeira vez, Amazonas aderiu a campanha nacional "Não é Não", contra o assédio, com ações por todo o estado no Carnaval 2020

Desce Catracas

VILSON GONÇALVES, prefeito de Aveiro (PA)

Virou alvo da Justiça em processo criminal acusado de recolher ICMS de mercadoria para exportação sem comprovar para Sefa saída do produto