DeAmazônia

MENU
Atualizado em 11/08/2017

Nenhum candidato pode ser preso a partir deste sábado (12)

O objetivo da medida é garantir o equilíbrio da disputa eleitoral

Nenhum candidato pode ser preso a partir deste sábado (12) A determinação atende o Calendário Eleitoral (Resolução 07/2017).

A partir de amanhã (12/08), nenhum candidato poderá ser preso, salvo em caso de flagrante delito. A norma estabelecida no artigo 236, parágrafo 1º, do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965) impede a prisão nos 15 dias que antecedem o pleito. A determinação atende o Calendário Eleitoral (Resolução 07/2017).

 

A outra situação prevista pela lei em que o candidato poderá ser preso, nesse período, é se contra ele for proferida sentença criminal condenatória por crime inafiançável.

 

De acordo com o Código Eleitoral, caso ocorra qualquer detenção neste período, o preso deverá ser conduzido imediatamente à presença do juiz competente, que, se verificar a ilegalidade, deve relaxar a prisão e promover a responsabilidade de quem mandou prender.

 

O objetivo da medida é garantir o equilíbrio da disputa eleitoral ao prevenir que prisões sejam utilizadas como manobra para prejudicar um candidato, através de constrangimento político ou afastando-o de sua campanha.

Sobe Catracas

SYLVIO PUGA, reitor da UFAM

Diferente da crise das universidades federais, disse que recursos de 2017 são suficientes para manter a qualidade dos cursos e contratar novos professores

Sobe Catracas

Cabo PM MARCELO, vereador de Rio Preto da Eva

A pedido dele uma equipe do PROCON Estadual se deslocou até Rio Preto para fiscalizar agências bancárias e postos de combustíveis 

Desce Catracas

ROMEIRO MENDONÇA, prefeito Presidente Figueiredo

Após 4 meses contrato da vencedora do Concurso Rainha do Cupuaçu ainda não foi feito pela Prefeitura, conforme regulamento do certame

Desce Catracas

VANDER ALVES, secretário da SUSAM

Deputado denuncia superfaturamento de R$ 8,4 milhões em contrato com IMED para realizar cirurgias eletivas, em Manaus 

BASTIDORES