DeAmazônia

MENU
Atualizado em 11/08/2017

Ex-prefeito de Lábrea investigado por desvio de dinheiro do Fundo Previdenciário

Ex-secretário de finanças da de Lábrea, Gerlando Lopes Nascimento, também é investigado pelo MP

Ex-prefeito de Lábrea investigado por desvio de dinheiro do Fundo Previdenciário Ex-prefeito de Lábrea, Gerlando Lopes Nascimento

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O Ministério Público do Amazonas (MP-AM) instaurou, na última sexta-feira, 4 de agosto de 2017, um procedimento de investigação criminal para apurar a apropriação indevida de recursos descontados dos servidores públicos de Lábrea, para fins previdenciários, que nunca chegaram aos cofres do Fundo Municipal de Previdência Social e do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). O montante, estimado inicialmente em R$ 751.283,96 teria sido desviado pelo ex-prefeito do município, Evaldo de Souza Gomes e o então secretário de finanças da cidade, Gerlando Lopes Nascimento, conforme aponta o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE/AM).

 

Segundo o MP-AM, mesmo existindo materialidade de crime de apropriação indébita previdenciária, de competência tanto federal quanto estadual, o procedimento investigatório é "necessário para esclarecer o montante correspondente às apropriações previdenciárias de competência estadual, evitando-se, com isso, nulidades na produção de provas a serem usadas em eventual ação penal".

 

A Portaria nº 0003/2017, que instaura o procedimento por apropriação indébita previdenciária, foi publicada no Diário Eletrônico do MP-AM, nesta segunda-feira, 7 de agosto de 2017, e aponta que o suposto crime teria ocorrido entre 1º de maio e 31 de dezembro de 2013.

 

O Diário Eletrônico aponta, ainda, que as contribuições previdênciárias recolhidas durante a gestão de Evaldo de Souza Gomes e do então secretário de finanças, Gerlando Lopes Nascimento, não foram repassadas aos órgãos de competência estadual e federal, fato apontado por Procedimento Preparatório instaurado, em março de 2016, após provocação do TCE/AM, e que mostrou haver materialidade e indícios suficientes de crimes supostamente praticados pelo ex-prefeito e o então secretário.

 

Conduzido pelo Promotor de Justiça titular da comarca de Santa Isabel do Rio Negro, Alessandro Samartin de Gouveia, que tem a atribuição de atuar também em Lábrea, o procedimento investigatório determina que a Procuradoria da Fazenda Nacional, em Manaus, forneça informações sobre o levantamento do montante de contribuições previdenciárias apropriadas indevidamente, no mesmo período, que tenham por credor o INSS; e que a Prefeitura Municipal de Lábrea informe nomes, números de CPFs, cargo/função, vínculo com a administração municipal e valor de contribuição previdenciária descontada de todos os servidores públicos municipais.

 

 

Sobe Catracas

SYLVIO PUGA, reitor da UFAM

Diferente da crise das universidades federais, disse que recursos de 2017 são suficientes para manter a qualidade dos cursos e contratar novos professores

Sobe Catracas

Cabo PM MARCELO, vereador de Rio Preto da Eva

A pedido dele uma equipe do PROCON Estadual se deslocou até Rio Preto para fiscalizar agências bancárias e postos de combustíveis 

Desce Catracas

ROMEIRO MENDONÇA, prefeito Presidente Figueiredo

Após 4 meses contrato da vencedora do Concurso Rainha do Cupuaçu ainda não foi feito pela Prefeitura, conforme regulamento do certame

Desce Catracas

VANDER ALVES, secretário da SUSAM

Deputado denuncia superfaturamento de R$ 8,4 milhões em contrato com IMED para realizar cirurgias eletivas, em Manaus 

BASTIDORES