DeAmazônia

MENU
Atualizado em 27/07/2017

WILSON REIS #Gilmar Mendes, persona non grata aos jornalistas brasileiros

WILSON REIS #Gilmar Mendes, persona non grata aos jornalistas brasileiros

A data: 17 de junho. O ano era 2009, quando os ministros do Supremo Tribunal Federal - STF votaram, exceto Marco Aurélio, pela inconstitucionalidade da exigência do diploma expedido por instituição de ensino superior para o exercício profissional do jornalista. A votação do Recurso Extraordinário (RE) 511961, em processo iniciado pelo Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão de São Paulo (Sertesp) atendeu os interesses das grandes redes de comunicação do país.

 

Votaram a favor do recurso de interesse das empresas, contra o jornalismo de qualidade e a organização dos jornalistas no país, as ministras Carmen Lúcia e Ellen Gracie, os ministros Ricardo Lewandowski, Eros Grau, César Peluso, Carlos Ayres Brito, Celso de Mello e o presidente e relator Gilmar Mendes. A época, em ação de menosprezo aos jornalistas brasileiros, Gilmar Mendes zombou e fez chacota nas declarações dadas à imprensa. Com isso, se tornou persona non grata aos jornalistas e ao povo brasileiro.

 

Gilmar Mendes chegou hoje (26) à Manaus, como presidente do Tribunal Superior Eleitoral. Afora o registro de caráter jornalístico em consequência da sua vinda à capital do Amazonas para tratar de assuntos referente a eleição suplementar em nosso Estado, o ministro não teve o brilho de um representante da mais alta corte do país, talvez pela consequência de seus atos em decisões recentes contra a opinião pública brasileira.

 

A categoria dos jornalistas brasileiros, representada pelos 31 sindicatos e a Federação Nacional dos Jornalistas - Fenaj, continuam apostando suas fichas na aprovação da PEC dos Jornalistas, que prevê o retorno à obrigatoriedade do diploma para o exercício da profissão. Aprovada no Senado, em 2014, a PEC continua sem tramitação para sua apreciação em plenário na Câmara dos Deputados, em Brasília,DF.

* O autor é jornalista ( Presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amazonas)

Sobe Catracas

JOSÉ RICARDO, deputado estadual

Vai ao Ministério Público denunciar presidente do TCE, Ari Moutinho, por se negar a prestar informações sobre contratação de funcionários em convênio com a AADES

Sobe Catracas

ISABELLE NOBRE, atleta

Nadadora ficou com o bronze nos 50 metros costas, conquistando a primeira medalha para o AM nos Jogos Universitários Brasileiros, em Goiânia 

Desce Catracas

BETO D'ANGELO, prefeito de Manacapuru

Próprios familiares dele criticam administração municipal e empresa de coleta de lixo ameaça suspender serviço por falta de pagamento

 
 

Desce Catracas

ADMÊ VERÇOSA, dona do Buteco do Verçosa/Parintins

Estabelecimento descumpre várias normas do Código de Defesa do Consumidor que precisam ser fiscalizadas pelo PROCON

 
 

BASTIDORES